Quando alguém que você ama tem demência, pode parecer que ela está se afastando lentamente. Nick Harvey, um compositor de East Sussex, Inglaterra, tem observado o avanço da condição de seu pai, Paul, por anos, mas de vez em quando, ele tem um vislumbre do gênio musical que ainda mora dentro dele.

Enquanto crescia, Paul sempre teve uma habilidade incrível de improvisar belas canções com pouca ou nenhuma orientação. Recentemente, Nick deu-lhe apenas algumas notas e pediu-lhe que fizesse uma melodia no piano. O vídeo resultante é nada menos que extraordinário!

“A capacidade de papai de improvisar e compor lindas melodias na hora sempre me surpreendeu”, escreveu Nick no Twitter. “Esta noite, dei a ele quatro notas aleatórias como ponto de partida. Embora sua demência esteja piorando, momentos como este o trazem de volta para mim. ”

A postagem viralizou rapidamente e, embora a atenção não signifique muito para Paul, Nick disse que é bom ter outras pessoas apreciando o talento de seu pai tanto quanto ele. É especialmente poderoso quando você percebe isso, nas palavras de Nick: “Alguns dias atrás, ele estava lutando para tocar”.

Estamos muito felizes por os dois terem compartilhado este momento maravilhoso! Assista à linda composição de Paul no vídeo abaixo e não se esqueça de compartilhar essa história.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Inspire More.
Fotos: Twitter.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.