Pesquisadores médicos na Inglaterra estão usando ímãs bacterianos vivos para guiar vírus projetados para atacar tumores cancerígenos.

Este processo, que já vem sendo estudado há vários anos, demonstrou ser capaz de atacar com sucesso os cânceres de próstata e mama, e recebeu o prêmio Roger Griffin pela descoberta de medicamentos contra o câncer.

Conhecido como um “vírus oncolítico”, ocorre naturalmente na natureza, mas pode ser modificado para melhorar sua eficácia e limitar sua viralidade. Isso faz com que as células cancerígenas se abram e morram, e muitos pesquisadores estão ansiosos para aproveitar essa solução quase pronta. No entanto, como todos os outros vírus, eles também atraem o sistema imunológico do hospedeiro, o que significa que, se não atingirem seu alvo com rapidez suficiente, podem ser vaporizados pelas células imunológicas.

Oncologistas usaram com sucesso um tipo de célula de gordura conhecida como lipossoma para revestir e transportar vírus oncolíticos intravenosos, o que permite que eles sejam absorvidos mais rapidamente em áreas tumorais.

Agora, pesquisadores do grupo Sheffield, financiado pela Cancer Research UK, também descobriram que podem guiar os vírus mais rapidamente se forem revestidos com partículas magnetizadas. Acredite ou não, os engenheiros podem fazer ímãs cinquenta e um bilionésimos de metro, para armar os vírus oncolíticos. Mas na verdade existe uma maneira muito mais barata e fácil de fazer isso.

Trata-se de um tipo de micróbio encontrado no solo que absorve óxidos de ferro para se alinhar com o campo magnético da Terra, chamados magnetossomos.

“Esses ímãs microscópicos são perfeitamente moldados e ideais para os pacotes microscópicos que precisamos para atingir cânceres profundos”, disse ao Guardian a Dra. Faith Howard, líder do projeto no Sheffield Group.

Até o momento, sua pesquisa se concentrou em testes em animais, e agora o projeto precisa ser capaz de fabricar suprimentos suficientes para concluir um longo teste em humanos antes que o procedimento experimental de “insetos como medicamentos” possa provar que funciona.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Good News Network.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.