Wyatt Lafreniere é um garoto de 6 anos que vinha tendo dificuldade para encontrar um barbeiro que aceitasse cortar seus cabelos. A recusa vinha do fato de o menino ter autismo e, com isso, uma sensibilidade exacerbada a sons e toques, o que torna a experiência do corte muito estressante para todos os envolvidos. Mas a procura teve fim quando um barbeiro canadense chamado Franz Jakob, dono da Authentischen Barbier, no Quebec, decidiu atendê-lo, mesmo sabendo de suas dificuldades.

A mãe do garoto, Fauve Lafreniere, de 30 anos, contou à ABC que levou o filho à barbearia de Franz pela primeira vez quando ele tinha 4 anos. “Fiquei nervosa no primeiro corte, mas agora me sinto abençoada por ter o Sr. Jakob em nossas vidas”, disse. Foi ela quem compartilhou as fotos do barbeiro deitado no chão para cortar o cabelo do menino, imagens que rapidamente viralizaram nas redes sociais.

Franz atende muitas crianças com deficiência e pacientes em estado terminal e não cobra os cortes de cabelo. Ele costuma agendar esses clientes para o fim do dia, para poder dedicar mais tempo a cada um. “Para mim, não há diferença entre cortar o cabelo de um cantor famoso ou o de Wyatt”, disse à ABC. “Faço o que é preciso para dar a eles um corte de cabelo bem legal, honestamente”.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Crescer.
Fotos: Reprodução/Facebook.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.