Os pequenos Daniela e Miguel voltaram às aulas no México, mas foi muito diferente de como estavam acostumados. Não tendo os recursos necessários, tiveram que fazer a sessão na rua, conectados à rede wi-fi gratuita de um poste de câmeras de videovigilância do C5 na Cidade do México.

“Todos os meus colegas estavam lá, são 29 e a professora nos apresentou a dois novos alunos chamados Santiago, o outro não lembro o nome dele, mas eram um menino e uma menina, eram irmãos e iam para a nossa escola e também.”, disse Miguel Angel ao Excelsior .

“Minha mãe teve que colocar uma senha para eu entrar na aula, eu vi minhas colegas e minha professora, ela deu um trabalho para a gente fazer”, disse a menina.

As crianças tiveram que suportar estar na rua, sentadas em um banco, ou em qualquer lugar que as deixasse mais confortáveis ​​e ao barulho da cidade. Mas eles estavam felizes e ansiosos para aprender.

Os pais das crianças, Leonarda e Miguel, atualmente vendem tacos – comida típica mexicana-  para sustentar sua família.

Esta situação é parecida com a de muitas outras crianças mundo afora. Torcemos para que esta pandemia acabe logo e as crianças possam voltar às salas de aula.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de UPSOCL.
Fotos: Ricardo Vitela.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.