Um homem de 101 anos de idade, morador da cidade costeira de Rimini, na Itália, se recuperou do novo coronavírus, a doença que infectou um total de 80.589 pessoas no país e vitimou fatalmente outras 8.215 pessoas.

Os noticiários italianos disseram que o homem, conhecido apenas como “Sr. P”, é a pessoa mais velha a se recuperar da doença.

De acordo com Gloria Lisi, vice-prefeita de Rimini, o Sr. P, nascido em 1919, foi internado no hospital de Rimini – Ospedale Infermi di Rimini – há uma semana, após testar positivo para o COVID-19.

Em uma entrevista televisionada na quinta-feira, Lisi disse que quando o paciente começou a se recuperar, tornou-se “a história de que todos falavam” no hospital.

“A recuperação de uma pessoa com mais de 100 anos fez todos verem esperança no futuro”, disse Lisi.

“Todos os dias vemos as tristes histórias sobre como o novo vírus têm sido agressivo com os idosos. Mas ele sobreviveu. O Sr. P. sobreviveu!”

Lisi disse ainda: “Sua família o levou para casa ontem à noite (quarta-feira), deixando para trás uma lição de que mesmo aos 101 anos de idade, o futuro não está definido”.

A história do Sr. P. é uma rara notícia positiva vinda de um país arrasado pela pandemia de coronavírus. Que venham mais boas notícias!

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de News 18.
Foto destacada: Reuters.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.