A Universidade da Califórnia, nos EUA, criou lentes de contato que dão zoom piscando ou seguindo os movimentos oculares da pessoa.

Pesquisadores do Departamento de Engenharia Mecânica e Aeroespacial da Universidade da Califórnia publicaram um estudo, no qual apontam a fabricação de lentes de contato gelatinosas capazes de fazer zoom, como uma câmera, piscando duas vezes, ampliando a visão do usuário para artificial.

As lentes de contato são consideradas um robô flexível, pois consistem em duas partes: a parte elétrica e robótica e a parte que simula tecidos, células e músculos. Isso possibilita que as lentes respondam aos impulsos elétricos do movimento ocular para operar o mecanismo.

Essa inovação usa sinais eletro-oculares gerados pelos movimentos dos olhos (para cima, para baixo, ou da direita para a esquerda e vice-versa), para controlar a deformação e alteração da distância focal das lentes flexíveis.

A tecnologia dessas lentes reage à eletricidade e aos movimentos mecânicos do olho, razão pela qual é independente da visão que cada pessoa tem. Segundo o estudo, o zoom da distância focal pode chegar a 32%.

Os pesquisadores apontam que essas lentes ainda não estão prontas para comercialização, mas “elas podem ser usadas em próteses visuais, óculos ajustáveis ​​e robótica remota no futuro “.

A ciência avança aos trancos e barrancos e a ficção científica se torna cada vez mais realidade.

***

Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.