Muito praticado nos Estados Unidos e no Canadá, o Lacrosse ainda é um esporte pouco conhecido no Brasil. A modalidade, que tem origem nos povos Nativo americanos, é jogado em equipe e com um taco de lacrosse, que possuí uma rede na ponta. Os jogadores usam a cabeça do taco de lacrosse para carregar, passar, pegar e atirar a bola para o gol.

E foi justamente durante uma partida de Lacrosse que dois times que competiam entre si tiveram aoportunidade de dar às suas torcidas uma aula sobre gentileza e o verdadeiro significado da expressão “espírito esportivo”.

Na última terça-feira, durante o Campeonato Mundial Feminino de Lacrosse, a seleção do Quênia foi vencida pelo time de Israel por 13 a 4. Mas, durante a partida, as israelenses notaram que as suas oponentes do time africano contavam com uma pequena desvantagem, elas não tinham chuteiras para jogar.

No dia seguinte, as israelenses voltaram para o campo levando presentes para as colegas do Quênia. Todas as jogadoras receberam pares novos de chuteira.

A equipe do Quênia ficou bastante comovida com o gesto generoso. A Associação de Lacrosse do Quênia compartilhou vídeos da reunião surpresa no Twitter.

A atitude das israelenses rapidamente viralizou nas redes sociais, e os fãs de lacrosse no mundo todo disseram que o gesto é o “coração e a alma” do espírito esportivo.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Sunnyskyz.
Fotos: Reprodução/Twitter.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.