Sam Scribner é um americano de 28 anos que infelizmente teve que colocar seu sonho de viajar pelo mundo em um hiato por um tempo, pois sofreu um acidente que o deixou em uma cadeira de rodas para o resto de sua vida.

No entanto, graças ao amor e à dedicação de sua irmã Alex Scribner, de 32 anos, ele conseguiu dar a volta por cima e os dois agora viajam juntos em um ônibus reformado.

Segundo o Metro UK, Sam estava descansando em uma rede quando de repente caiu e machucou o pescoço, causando danos à medula espinhal. O acidemte fez com que ele perdesse a mobilidade em suas extremidades superiores e inferiores, e ele acabou precisando do auxílio de uma cadeira de rodas para se locomover.

Este acidente foi muito difícil para toda a família Scribner, mas todos o apoiaram, inclusive sua irmã mais velha, Alex, que decidiu dar um hiato em sua vida profissional e voltou para sua casa na Flórida, no sudeste dos Estados Unidos, para ajudar os pais nos cuidados com seu irmão.

Porém, o apoio da jovem não se resumiu apenas às atividades diárias, já que Alex estava determinada a fazer com que seu irmão não perdesse as esperanças de ter uma vida nômade. Ela comprou um ônibus velho, reformou e adaptou para cadeirantes, para que assim os dois pudessem viver muitas aventuras percorrendo o país.

Porém, quando o ônibus foi totalmente reformado, sua ideia teve um rumo inesperado para ajudar uma mulher.

Alex decidiu vender o ônibus para uma mulher que também usa cadeira de rodas como seu irmão. “Ela também queria experimentar a vida nômade, mas estava tendo muita dificuldade em conseguir… Sam e eu conversamos e realmente queríamos que isso não fosse apenas para nós, mas também uma oportunidade para quem quer viver essa vida. Então vendemos para ela o primeiro ônibus e começamos com o atual, o segundo que compramos em 2020 ”, disse.

Depois de um ano e meio de muito trabalho e dedicação, Alex finalizou a reforma do segundo ônibus e comentou que graças ao apoio de algumas pessoas que queriam ajudá-la em sua missão e principalmente por doações da Home Depot, ela conseguiu terminar o serviço. “Gastamos cerca de US $ 35.000 somente na reforma e eu fiz todas as reformas dos dois ônibus sozinha”, acrescentou ele em entrevista ao Metro UK.

“As pessoas presumem que esse tipo de vida não seria possível para alguém na posição de Sam, mas como você pode ver, isso não é verdade. Então, se você quer uma vida nômade, vá em frente e faça acontecer”, concluiu animada.

Hoje, Alex e Sam já começaram suas primeiras viagens e podem desfrutar do conforto de ter um ônibus totalmente adaptado para cadeirantes e assim realizarem seus sonhos da forma mais especial: em família.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.