Kristin e Nick Lammert são um casal que mora em Oviedo, na Flórida, Estados Unidos. Eles recentemente se tornaram pais pela terceira vez de uma menina, que nasceu em 25 de agosto de 2021, compartilhando o mesmo aniversário com suas duas irmãs mais velhas.

Em entrevista ao site Today, Kristin comentou que as datas de nascimento de suas filhas não foram planejadas, mas foi uma bela coincidência que fascinou e encantou toda a sua família, especialmente Sophia, a mais velha das três meninas, que nasceu em 2015. “Estávamos simplesmente incrédulos. Quanto mais nos aproximávamos de 25 de agosto e quanto mais brincávamos sobre isso em casa, mais ela queria que acontecesse … Até Sophia disse que teria uma irmã de novo no seu sexto aniversário. Ela queria que isso acontecesse e eu disse ‘bem, pode acontecer'”, disse ela ao Today Parents.

Kristin contou ainda que, além da coincidência do dia do nascimento, ela e seu marido tiveram suas três filhas com três anos de diferença: Sophia em 2015, Giuliana em 2018 e Mia em 2021, e embora isso tenha sido planejado porque ela e ela marido não queria que seus filhos tivessem muita diferença de idade, eles nunca imaginaram que nasceriam no mesmo dia.

“É extremamente estranho… Nós conversamos com alguns estatísticos e eles dizem que é muito difícil de calcular”, disse a Dra. Christine Greves Winnie Palmer, do Hospital para Mulheres e Bebês de Orlando, em uma entrevista ao Today Parents. Normalmente, apenas 5% dos bebês nascem com 40 semanas e na maioria dos casos o parto é prematuro ou mesmo tardio.

A esse respeito, Kristin comentou que suas três gestações foram diferentes, pois Sophia nasceu duas semanas após a data calculada de nascimento, enquanto no caso de Giuliana os médicos haviam calculado que seu nascimento seria em 29 de agosto, mas o parto foi prematuro de quatro dias e a pequena nasceu em 25 de agosto às 22h30. “Ela dificilmente compartilharia o mesmo aniversário. Mas quando isso aconteceu, foi muito louco e emocionante”, ela disse.

Por fim, quando Kristin e Nick souberam que teriam outra filha, os médicos calcularam que ela nasceria em setembro, porém quando Kristin estava com 10 semanas de gravidez, contraiu Covid-19, o que representava uma probabilidade maior de o parto ser antecipado. “Meu médico disse que poderia ser avançado até duas semanas antes. Foi quando olhei para o calendário e lembro que virei para o meu marido e disse: ‘Meu Deus, Nick, duas semanas antes da data calculada é 25 de agosto'”, disse ela na entrevista.

Percebendo essa possibilidade, Kristin e Nick organizaram a festa de aniversário de Sophia e Giuliana antes de 25 de agosto, mas no dia seguinte Kristin acordou com os tornozelos extremamente inchados e uma dor de cabeça, então ela decidiu ir ao hospital e seus médicos a diagnosticaram com pré-eclâmpsia. Para evitar mais complicações, os médicos optaram por induzir o parto e Mia também nasceu em 25 de agosto, felizmente com boa saúde.

Por fim, Kristin disse que há momentos em que ainda não consegue acreditar no que aconteceu: “É muito original. Honestamente, eu mesmo não entendo. Às vezes eu vou, olho suas certidões de nascimento e digo: ‘Sim, é verdade, todas fazem aniversário no mesmo dia!'”

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.