Liz Watson, de 42 anos, moradora de Virgínia, nos Estados Unidos, viu seu mundo desmoronar quando, após seu divórcio, seus filhos decidiram que preferiam viver com o pai em vez dela. Arrasada, optou por uma solução que não parece a ideial para muita gente: substituí-los.

A maneira como ela fez isso foi começar a colecionar bonecas hiper-realistas. Liz criou todo um ambiente para receber seus “bebês”, o que inclui quartos, camas, berços. Cada um deles pode custar mais de mil dólares, então seu novo projeto lhe custou altas despesas.

“As bonecas me consolam porque as relaciono com os sentimentos que tive quando era mãe de meus dois filhos mais velhos quando eram pequenos. Sei que essas bonecas não vão crescer, que não serão tiradas de mim, que o divórcio não afetará minha capacidade de cuidar delas. Eu sei que elas nunca vão me deixar”.

O novo marido de Liz afirmou que sua obsessão por esses bebês falsos parece um tanto preocupante, especialmente porque parece que sua esposa transferiu o carinho que sentia pelos filhos para essas bonecas.

Visto que ele a vê dando a eles os mesmos cuidados que uma mãe daria a seus bebês verdadeiros, parece-lhe que a saúde mental de sua esposa não anda bem.

A única coisa que parece nos dar alguma garantia é que Liz sabe como sua situação parece estranha. Se ela estiver ciente disso, pode ser momentâneo. Talvez, quando seus filhos crescerem um pouco mais, ela possa retomar seu relacionamento com eles.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de UPSOCL.
Fotos: @mybabybugaboos

Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.