Mãe, obrigada por nunca ter sido minha melhor amiga. Você não sabe que tremendo favor você me fez. Graças a você, sou como sou agora e acho que você não poderia ter feito melhor. Esqueça aqueles que lhe dizem que querem ser amigos de seus filhos: eles não sabem que erro tremendo estão cometendo.

Uma mãe deve estabelecer limites. Você sempre procurou o melhor para mim, embora às vezes eu não tenha concordado. Às vezes eu até pensava que isso era para me irritar, mas foi um grande erro: tudo o que você fez, você fez por amor. Você criou uma filha forte, que sabia se cuidar sozinha e que está muito orgulhosa de sua mãe hoje. Então obrigada!

Lembro-me de quando eu era pequena e não tinha muitos amigos. Eu era muito tímida e as outras crianças zombavam da minha aparência. Você foi a primeira a me dizer para não ouvi-los, que eles não tinham motivos para rir de mim.

Você me disse que eu era boa e especial e que as pessoas que fazem os outros se sentirem mal não valem a pena. Obrigada por todas as noites em que me leu histórias para dormir e nunca se esqueceu de me dizer o quanto me amava.

Seu apoio foi tão importante que um dia eu lhe disse que você seria minha melhor amiga. Mas você me respondeu que não, que não poderia ser minha amiga. Que você poderia fazer muito melhor: você poderia ser minha mãe. Na época eu não entendi, mas você estava certa.

Obrigada por todas as vezes que você me disse NÃO, me repreendeu ou me puniu. Obrigada, porque com a sua força eu sei aprender com meus erros. É graças a você que eu hoje sei quanto custam os móveis caros e sei todo o trabalho necessário para obtê-los.

Obrigada por todas aquelas horas sem dormir no hospital. Por todas as operações, quedas e sustos que eu lhe dei. Também por ter ficado com varicela, faringite e por ter feito você gastar uma fortuna em remédios para tosse.

Por ter segurado meus cabelos para trás enquanto eu vomitava e por me dizer que tudo ia ficar bem. Por todas as vacinas que você me forçou a tomar, porque, embora elas doessem, eram para o meu bem.

Obrigada por ser meu ombro para chorar com minhas primeiras decepções amorosas. Por me ensinar a respeitar os outros e a me respeitar. Não ser submissa ou me contentar com as migalhas oferecidas por pessoas que fingem me amar.

Obrigada, porque muitas vezes eu merecia um tapa na cara e você não me deu. Você me fez confiar em você e entender que existem coisas no mundo que não podem ser consertadas.

Obrigada pelos bons tempos

Aprecio os grandes momentos. Com você, compartilho não apenas as tristezas, mas também as alegrias. Você sempre foi minha maior defensora. Você me ensinou a levantar e lutar contra os golpes da vida e depois celebrar meus triunfos como se fossem seus.

Você confiou em mim sem hesitação. Você nunca duvidou do meu valor, mesmo sabendo que sou humana e que cometo erros. Você me incentivou a ser independente, a viver e a me relacionar. Você nunca mentiu para mim, nem me poupou de críticas construtivas. E você não sabe o quanto eu aprecio isso.

Muitas mães acreditam que, se forem amigas de seus filhos, eles as amarão mais. Que eles vão confiar mais nelas e o relacionamento vai melhorar. Mas não é assim. As crianças já têm amigos com quem crescem, amadurecem e cometem erros. Amigos que nos ensinam outra classe de lições vitais que nada têm a ver com as de uma mãe.

Você, mãe, sempre deixou claro que me criou e me educou, depois me deixou ir. Você fez isso com lágrimas nos olhos e sabendo que da próxima vez que visse sua filha, ela seria uma mulher.

Mas não fique triste, mãe. Se não fosse pelos seus sacrifícios, eu nunca teria chegado tão longe. Você me convenceu a acreditar que eu era corajosa. Obrigada, mais uma vez, por sua sabedoria. Porque se eu for mãe algum dia, espero poder fazê-lo tão bem quanto você. Eu te amo, mãe.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Eres Mama.
Imagem de edsavi30 por Pixabay

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.