A norte-americana Heather Clark viveu a maior dor que uma mãe pode experimentar: Ela perdeu seu filho, Lukas, de apenas 7 meses. O bebê faleceu após sofrer uma parada respiratória decorrente de uma série de maus-tratos da babá. Mas, mesmo vivendo um tristeza profunda, esta mãe conseguiu transformar sua tragédia pessoal em uma ação das mais nobres, ela doou os órgãos do seu bebê, salvando a vida de outras crianças em situação difícil.

Lukas, filho de Heather.

Um dos órgão doados foi o coração de Lukas, que agora bate no peito da pequena Jordan Gonzalez. A menina tinha apenas 18 meses à época do transplante.

Três anos se passaram após o transplante, e a ONG Donor Life Arizona resolveu promover o encontro entre Heather Clark e Jordan. E essa reunião não poderia ser mais emocionente.

No encontro, deram um estetoscópio para que Heather pudesse ouvir mais uma vez o coração de Lukas. Neste momento, Heather e a mãe de Jordan se emocionaram muito. Enquanto Heather ouvia o coração de Lukas batendo vigorosamente no peito da pequena Jordan, a mãe da menina disse, entre lágrimas: “Esse é o seu bebê”.

“Algo maravilhoso da doação é que ela me deu a chance de abraçar meu filho novamente”, disse Heather. Além de Jordan, Lukas ajudou a salvar duas outras vidas ao doar os rins e o fígado.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Razões para Acreditar.
Foto destacada: Reprodução/Youtube.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.