Se você está lendo este texto, provavelmente é uma mãe ou um pai vivendo as agruras da quarentena em casa com os filhos. Sim, nós sabemos que você ama seus pequenos, mas também sabemos que é normal e compreensível que você esteja cansada(o) e sobrecarregada(o) nesses dias. Não é nada fácil ter que fazer home office, cuidar dos afazeres domésticos (que parecem nunca ter fim) e ainda cuidar, educar e entreter as crianças em casa. A você que está lutando bravamente para tentar equilibrar todas as muitas tarefas neste período tão delicado, todo o nosso respeito!

O inevitável desgaste destes dias turbulentos faz com que nem todos consigamos lidar da melhor forma com o nosso cansaço, com as nossas emoções e com as nossas relações com aqueles que estão conosco nesta jornada. Com às emoções à flor da pele, muitas peles vivenciam a amplificação das discussões, das discórdias e dos gritos entre o casal e também com e entre os filhos. De alguma forma, a nossa liberdade de ir e vir foi cassada. Foram confiscados também os nossos momentos de paz na própria companhia, o prazer no trabalho, o namoro… sem filhos por perto!

Mas, e agora? O que é possível fazer para atenuar essa situação?

Na verdade, o ser humano adora complicar a vida. Tudo se torna mais fácil quando asseguramos o essencial. E o que seria o essencial?

Antes de qualquer coisa, é preciso saber se necessitamos de ajuda ou não. Ajuda profissional, para pensar em estratégias para melhorar a relação com a família. E se a resposta for afirmativa, quanto mais cedo procurar, melhor. Chegamos, tantas vezes, a um momento em que a vivência e a convivência se tornam tão difíceis que dar o primeiro, o segundo e o terceiro passo passam a ser passos gigantescos. Então, deixemos o ego de lado, e peçamos ajuda.

O descanso também é de fundamental importância! Então se estamos cansados, porque não descansamos? Porque, afinal, ficamos horas nas redes sociais e em frente à TV? Para descansar e relaxar, claro! Mas, neste caso, as horas de sono tornam-se uma espécie de cápsula mágica. Dormir o número de horas suficientes nos ajuda a recarregar as energias para o dia seguinte. Sabemos que você está cansada(o) de saber disso, mas precisa descansar, e já!

Finalmente, comer bem. E isso significa aumentar a quantidade de legumes, por exemplo, e alimentos da época porque são os melhores, com menos conservantes e aqueles que a natureza sabe que são os que melhor respondem às nossas necessidades. Por estarmos em casa, muitos temos tendência a comer e beber como se fosse fim-de-semana todos os dias da semana. E, com isto, sobrecarregamos o nosso sistema. Conclusão: maior cansaço físico, menos energia. E, com isso, menos capacidade para gerir emoções, menos paciência, mais explosões de raiva, muita frustração. E a bola de neve começa a ganhar dimensões gigantescas.

Estamos todos sobrecarregados e cansados, é fato. Então, o que estamos esperando para focar no que é realmente essencial?

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Canguru News.
Foto de capa: Reprodução Instagram@kismamabl

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.