Ocorreu na cidade de Srbac, na Bósnia e Herzegovina, sudeste da Europa, um caso um tanto quanto curioso. O protagonista desta história é o inventivo e inovador Vojin Kusic, de 72 anos. Acontece que, após muito entrar em desacordo com sua esposa, Ljubica, sobre a vista que a nova casa deles teria, ele decidiu construir uma residência giratória.

O idoso projetou e construiu a casa de paredes verdes e telhado vermelho como forma de expressar o seu imenso amor por Ljubica.

“Cheguei a uma certa idade e meus filhos assumiram os negócios da família. Finalmente tive tempo de realizar esse projeto para satisfazer minha esposa”, comentou o bósnio à agência americana de notícias AP.

Há muitos, quando Vojin e Ljubica se casaram, ele construiu uma casa de design comum, onde o casal criou seus três filhos. Naquela época, ela insistiu para que as janelas do quarto recebessem o brilho do sol da manhã, e assim foi feito.

Mas a mulher ainda não estava satisfeita, poie ela passou a reclamar que não era possível ver a rua da sala de estar e, com isso, não saberia quando alguém estivesse se aproximando da residência deles.

“Tive que derrubar as paredes entre os quartos e criar uma nova sala, movendo toda a fiação elétrica. Foi muito trabalhoso, mas fiz o que ela queria”, diz Kusic à agência de notícias.

Há seis anos, quando seu filho mais novo se casou e decidiu morar no andar de cima da casa da família, o casal precisou mudar para o andar de baixo.

“Mais uma vez, tive que mudar tudo. Mas em vez de esperar que ela [Ljubica] mudasse de ideia, decidi construir uma casa giratória para que tivesse a paisagem que desejasse”, comentou Vojin Kusic à AP.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Metrópoles.
Foto destacada: Twitter/CNN/Reprodução.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.