A atriz Marina Ruy Barbosa e seu marido, Xandy Negrão, perderam amigos queridos recentemente, quando um jato executivo caiu durante o pouso na Bahia – e nos últimos, diante do velório do apresentador Gugu Liberato, que faleceu após um acidente doméstico, ela fez uma reflexão muito válida sobre como as pessoas reagem a tragédias na internet.

Durante o velório do apresentador da Record TV, diversas pessoas fotografaram o apresentador no caixão e até tiraram selfies com ele – algo que despertou uma reflexão em Marina. No Twitter, a atriz desaprovou esse tipo de atitude, lembrando também de outro aspecto comum de tragédias como esta.

“Uma coisa que não entendo e acho mórbido: por qual motivo uma pessoa que morreu ganha milhares de seguidores nas redes sociais? Qual o intuito de seguir alguém depois do falecimento anunciado?!”, questionou a atriz da Rede Globo.

Marina também comentou que, ao ver esse tipo de comoção, sempre questiona se a pessoa foi amada o suficiente em vida. “Será que essa pessoa sabia que era tão amada? Que tinha tanta gente que se importava com ela? Será que ainda – em vida -, essas pessoas mostravam seu carinho pra ela?”, disse.

Em seguida, a ruiva incentivou que as pessoas se importem umas com as outras – tanto no mundo real quanto nas plataformas digitais – ainda em vida. “Só um desabafo e reflexão mesmo. Vamos aproveitar a VIDA pra homenagear, amar, prestigiar, seguir, dar like, ligar, mandar mensagens, apoiar… É tão bom e necessário receber carinho”, afirmou.

Reprodução/Instagram.

Diante das reflexões de Marina no Twitter, um seguidor da atriz mencionou que seguir as redes sociais de pessoas famosas após seu falecimento é uma forma de aplacar a saudade – e ela então fez um lembrete válido, citando o falecimento de sua amiga, Maysa Mussy, no acidente com o jato na Bahia.

“Mas e minha amiga que não era famosa, e ganhou mais de 20 mil seguidores?! Que sentido faz?”, questionou a atriz, que prestou, junto do marido, lindas homenagens aos amigos que partiram na tragédia.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Vix.
Foto destacada: Reprodução/Instagram.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.