Uma equipe de 52 médicos e enfermeiros de Cuba desembarcou ontem, 22, na região da Lombardia, na Itália, para unir esforços no tratamento de pacientes infectados com o novo coronavírus.

A Itália se tornou o país com mais falecidos devido à pandemia e a segunda com mais casos, superando os 60.000 infectados com COVID-19.

A equipe médica respondeu ao chamado feito pela região da Lombardia devido à escassez de pessoal nos hospitais, que já estão transbordando, de acordo com Giulio Gallera, consultor regional de saúde.

Cuba é reconhecida por sua organização e atenção a desastres naturais e epidemias, onde seus médicos e enfermeiros estão prontos para ajudar a quem precisa. O apoio médico cubano está envolvido em países da África, Ásia, América Latina e Caribe.

Segundo as estatísticas do Banco Mundial, Cuba possui 8,2 médicos para cada 1.000 habitantes, uma das taxas mais altas do mundo . Esta se torna a sexta brigada médica a viajar recentemente para cooperar na luta contra o surto de vírus.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.