Hoje em dia, não saem muitas notícias sobre o Afeganistão que possam ser descritas como positivas, mas uma equipe de gênios  do ensino médio formada essencialmente por menina prova que o país do sul da Ásia é muito mais do que apenas uma zona de conflito.

A equipe feminina de robótica inventou um novo modelo de ventilador barato que ajudará os milhares de pacientes de Covid-19 em sua terra natal, onde há uma falta dessas máquinas nos hospitais.

Na cidade de Herat, a equipe de robótica afegã de sete meninas terminou o projeto de um ventilador móvel de código aberto que custa apenas US $ 700 (R$ 3661,39 atualmente) – em comparação com os US $ 20.000 necessários para comprar um modelo tradicional. A máquina leve pode ser alimentada por baterias que podem funcionar por dez horas.

“Estamos muito satisfeitos por termos dado o primeiro passo no campo da medicina e também podermos servir as pessoas nesta área”, disse à Reuters Somaya Faruqi, 18 anos, membro da equipe de robótica . “Todos os membros de nossa equipe se sentem felizes porque, depois de meses de trabalho duro, conseguimos alcançar esse resultado”.

O ministro da Saúde do Afeganistão aplaudiu a inovação e o impulso das meninas e aguarda ansiosamente a aprovação dos dispositivos pela Organização Mundial da Saúde.

“Agradecemos a iniciativa e a criatividade no setor de saúde do Afeganistão. Depois de aprovados, usaremos esses ventiladores e estamos determinados a contratar empresas para que também possamos exportá-los”, afirmou.

Uma série de conquistas

A Equipe de Robótica para Meninas do Afeganistão conquistou atenção internacional quando, em 2017, viajaram 800 quilômetros de Herat até a capital de Cabul, a fim de obter vistos para a competição de robótica do Primeiro Desafio Global em Washington, apenas para terem os vistos negados sem motivo declarado.

Depois que o clamor público fez com que o Departamento de Estado dos EUA revisse sua decisão, elas reivindicaram medalhas de prata por suas realizações na criação de uma máquina que separava a sujeira da água limpa, mesmo que um embarque de peças para seu design tenha sido retido ao entrar no país.

Depois de Washington, a equipe viajou para a Europa e venceu o Desafio do Empreendedor na competição International Robotex na Estônia.

“Estamos extremamente orgulhosos das maravilhosas realizações da equipe afegã de robótica feminina”, disse o embaixador do Afeganistão no Reino Unido, Said T. Jawad, em comunicado na época.

“Elas são um excelente exemplo para as pessoas em todo o mundo do que pode ser realizado por jovens afegãos se receberem o apoio certo e a oportunidade de se destacar em sua educação”.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Good News Network.
Foto destacada: Reprodução/Youtube.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.