Dan Peterson , de 82 anos, estava fazendo compras em um supermercado na Geórgia, (EUA) , quando uma menininha de 4 anos chamada Norah Wood aproximou-se dele e disse: “Oi velhinho, hoje é meu aniversário.” Essas palavras começaram uma conversa que mudaria para sempre a vida do homem.

Depois de conversar por um tempo, os dois tiveram que dizer adeus. Alguns minutos depois, a menina voltou para falar com o velhinho e pediu para tirar uma foto com ela. O homem, comovido, aceitou e a mãe de Norah, Tara Wood, decidiu compartilhar essa história em sua conta no Facebook, onde os comentários positivos foram imediatos.

Em meio a tantas mensagens recebidas, um amigo de Peterson disse que o homem havia perdido a esposa meses antes, fazendo-o cair em depressão, mas a conversa com a garota o deixou muito feliz. Tara disse que no dia do encontro no supermercado os dois se abraçaram muito felizes, como se fossem melhores amigos e que o velhinho disse a ele que o dia tinha sido seu melhor dia em muitos anos.

Ao saber que Peterson estava deprimido, Tara decidiu levar sua filha para visitar seu novo amigo a cada semana. No reencontro, Norah abraçou Dan com força, mostrou-lhe a foto que tiraram no supermercado e alguns desenhos que ela fez para dar o seu novo amigo.

Dias depois, Norah contou à mãe que temia que o velhinho morasse sozinho e perguntou se poderiam comprar um cachorro para ele, “já que os cães fazem tudo melhor”. A Tara lhe pareceu um ótima ideia e eles compraram um cachorro de pelúcia, que Norah mais tarde deu a Dan como um presente surpresa. Peterson amou o bichinho de pelúcia e disse que significou muito para ele.

“Ele disse que não teve uma noite inteira de sono por muitos meses. Tristeza, ansiedade e depressão o tinham feito perder o sono, mas desde que conheceu Norah, ele dorme mais calmo e sente um imenso alívio , ” disse Tara depois de um café da manhã com ele.

No aniversário de 82 anos de Peterson, Norah trouxe balões, presentes e bolo para celebrar com seu amigo. Dan deu-lhe uma pulseira com uma pedra roxa, porque ele havia notado que essa a cor favorita dela.

A alegria e a bondade dessa menininha mudaram a vida desse homem que não poderia ser mais grato por ter conhecido Norah naquele dia no supermercado.

***
Traduzido de Nation por Destaques Psicologias do Brasil.
Fotos: Reprodução/Nation.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.