Desde que o COVID-19 atingiu a área de Seattle (EUA), ele tem se dedicado a espalhar o bem: ele arrecadou mais de 5.000 máscaras, bem como desinfetante, comida e roupas, além de providenciar abrigo para outras pessoas – tudo o que for necessário para ajudar os mais necessitados a ficarem protegidos do vírus.

A motivação do adolescente para fazer o bem vem do fato de ter sido apoiado em alguns desafios próprios: Liem nasceu com braços que são um pouco diferentes da maioria das pessoas. Adotado aos 11 meses do Vietnã, sua família adotiva em Washington o tem aplaudido em seus esforços altruístas. O garoto tem organizado campanhas para arrecadar casacos e outros itens para crianças vulneráveis ​​desde os seis anos.

Este pequeno herói não vai parar de ajudar os outros tão cedo. Quando a emissora de TV Q13 FOX perguntou a ele por quanto tempo ele planeja continuar realizando atividades solidárias, ele disse: “Provavelmente o resto da minha vida”

E quanto às pessoas que Liem e sua equipe de voluntários estão ajudando? Tony, de 62 anos, recentemente se viu sem-teto pela primeira vez. Quando Liem ajudou a encontrar um hotel para ele ficar, Tony só tinha uma palavra para descrever seu novo amigo. Ele é um “anjo”, afirmou.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Good News Network.
Foto: K19 FOX.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.