Sean Porter é um menino de 9 anos que vive em Southport, no Reino Unido. Ele é protagonista de uma história que nos deixa de lição que nunca se é jovem demais para fazer algo importante que pode ajudar muitas pessoas.

Sean tem um irmão mais novo: Adam, um menino de 6 anos que está no espectro autista. E o amor de Sean pelo caçula é tão grande que ele desenvolveu um aplicativo para conseguir se comunicar melhor com ele.

A invenção de Sean é tão incrível que pode ajudar não somente Adam ou sua família, mas também muitas outras pessoas que convivem com entes queridos que estão dentro do espectro autista.

Tudo começou quando a escola de Sean lhe atribuiu uma tarefa na qual ele deveria criar um jogo de celular de qualquer tipo, porém, o menino preferiu desenvolver uma plataforma que pudesse ajudar pessoas como Adam.

“Eu sabia que se não desenvolvesse este aplicativo, possivelmente ninguém que eu conheço o faria… É absolutamente incrível. Eu estou muito feliz”, disse Sean ao ITV News.

O menino disse ainda que é muito importante para ele poder realmente ajudar os outros. “As pessoas geralmente não pensam nas outras pessoas. Eles só pensam ‘Que bom, inventei uma coisa e vou ganhar muito dinheiro’ (…) Não pensam nas necessidades dos outros”, acrescentou.

Sean conta que se concentrou em desenvolver uma maneira de seu irmão se comunicar melhor com seu ambiente, já que as pessoas com autismo têm dificuldade de se expressar e cerca de 25-30% delas não conseguem falar, assim como Adam.

O menino explicou também que quando estava pensando em sua ideia, pediu a seu pai, Liam Porter, que o ajudasse a desenvolver o aplicativo para que ele pudesse ter um alcance maior para mais pessoas. “Este aplicativo abriu mais possibilidades para Adam. Depois que criamos essa plataforma, ele começou a pedir coisas novas e a desenvolver mais rápido”, disse Liam ao ITV News.

Kristy Nestor, mãe de Sean e Adam, comentou que está muito orgulhosa do aplicativo que seu filho desenvolveu. Em uma entrevista ao The Liverpool Echom ela disse que Sean realmente gosta de aprender sobre computadores e programação, e seu pai o ajudou em muitas coisas.

Além disso, o meio Metro UK especificou que o aplicativo funciona com várias imagens que, quando selecionadas, dizem uma frase no alto-falante, permitindo que as pessoas com autismo avisem aos outros sobre o que precisam, como um drink ou ir ao banheiro.

No final das contas, a escola de Sean o reconheceu por desenvolver o aplicativo e chamou a ideia de “absolutamente brilhante”.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.