Infelizmente, o mundo nem sempre é divertido e brilhante, como gostaríamos. Às vezes você tem que tomar decisões difíceis, mesmo que elas partam seu coração. Dias atrás, um garoto de 12 anos teve que tomar a sua própria decisão difícil.

No dia 13 de fevereiro, um adorável filhote foi deixado na porta de um abrigo no México com uma carta escrita por uma criança. O abrigo fez várias fotos do cãozinho e postou em sua página no Facebook: “Alguém deixou esse cachorro na porta do abrigo, dentro de uma caixa, com um bichinho de pelúcia e um bilhete. A carta foi escrita por uma criança e explica que seu pai sempre batia no cachorro e planejava vendê-lo. Então, em um momento de desespero, ele deixou o cachorro aqui para salvá-lo.

A primeira coisa que fizeram no abrigo foi verificar a saúde do filhote.

“Precisamos levar o cachorro ao veterinário para que ele possa checar seu rabo, ​​que aparentemente está fraturado. Também precisamos eliminar os parasitas e fazer um check-up. Isso significa mais despesas e mais trabalho para nós, mas felizmente o cão estará seguro. ”

Posteriormente, eles descobriram que o garoto de 12 anos se chama Andrés e mora no estado do México. Mas não se sabe muito mais informações sobre ele.

A carta diz: “Meu nome é Andrés e tenho 12 anos. Minha mãe e eu decidimos deixá-lo com vocês. É tudo culpa do meu pai, que estava pensando em vendê-lo. Ele está sempre batendo e chutando o cachorro. Uma vez ele o chutou com tanta força que seu rabinho se machucou. Espero que vocês possam ajudar e cuidar disso. Aqui está um bicho de pelúcia para que ele não me esqueça.

O abrigo batizou o cãozinho de Rene. E eles estão procurando a família certa para o filhote: felizmente eles têm muitas opções, porque receberam mais de 300 mensagens de pessoas que querem adotar esse lindo filhote.

O abrigo também mencionou que eles querem que mais pessoas adotem animais, não apenas quando a história viraliza, como neste caso. Existem milhões de animais vítimas de abuso no mundo e todos precisam de amor e uma família feliz.

“Se todos tivessem aberto seu coração e seu lar para qualquer outro cachorro, e não apenas para esse, todos os nossos animais no abrigo seriam adotados.Agradecemos às poucas pessoas que vieram ao abrigo, oferecendo sua ajuda para proteger outros animais que sofrem abuso ou são abandonados em nosso distrito e arredores. ”

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.