“Uma coisa que vejo repetidamente nas redes sociais, especialmente em grupos de apoio, é como é devastador quando a pessoa amada não sabe mais quem você é. Lembro-me vividamente da primeira vez que minha mãe olhou para mim e realmente não sabia quem eu era. Sim, foi devastador e sim, chorei por muito tempo essa perda.

Mas agora vou dizer algo que pode surpreendê-lo. Na verdade, eu me senti mais perto de minha mãe quando ela não sabia mais quem eu era do que quando ela ainda se lembrava de mim.

Não aconteceu imediatamente e não veio sem muitas lágrimas, mas finalmente cheguei a um lugar onde isso não importava mais para mim.

Parei de esperar que ela soubesse quem eu era.

Parei de esperar que ela fizesse as coisas certas ou dissesse as palavras certas.

Parei de me concentrar no que precisava dela e comecei a me concentrar no que poderia fazer por ela.

Percebi que amor não significa saber o nome de alguém ou reconhecer seu rosto.

Não significa dizer ‘eu te amo’ ou mesmo escrever em um cartão.

Não significa saber cada pequeno fato sobre você e cada pequena coisa que você fez em toda a sua vida.

Nos últimos anos, minha mãe não sabia meu nome, mas ela sentia minha presença.

Ela não conhecia nossa relação, mas conhecia o som da minha voz.

Ela não reconheceu meu rosto, mas reconheceu minha alma.

Ela se sentia segura e amada comigo, mesmo sem saber por quê.

O amor não é saber quem você é. É conhecer você.

Seu coração. Sua alma. Sua presença. Seu amor.

Sei que nem todos passam pela mesma experiência, mas se você está lutando com seu ente querido sem saber quem você é, espero que enfrente isso com um amor cego e teimoso e uma recusa total em aceitar que seu ente querido não sabe que você é. Definitivamente, seu ente querido conhece você! E se você se abrir para isso, espero que veja o que eu vi.”

*Este depoimento foi escrito por Lauren Dykovitz, da Flórida.

***
Redação Conti Outra, com informações de Inspire More.
Crédito da foto destacada: Lauren Dykovitz.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.