Os processos de adoção de crianças sempre são complicados, pois exigem muita burocracia e uma extensa papelada que os candidatos devem estar dispostos a enviar. Isso faz com que esses processos se prolonguem, demorando muito até que as crianças possam estar com seus novos pais e famílias adotivas.

Uma história parecida com a que viveu Emilie Larter, uma britânica de 29 anos, que conheceu Adam em 2014, em Uganda, quando trabalhava como voluntária. Segundo informações da BBC , Emilie cuidou desse bebê quando sua mãe faleceu ao dar à luz.

A partir daí, a jovem iniciou uma longa batalha que durou 6 anos para poder adotá-lo. É por isso que ela gastou milhares de dólares durante esse tempo para poder trazê-lo, junto com seu parceiro Josh e suas sobrinhas, Tallie e George.

Ela gastou tanto dinheiro que não tinha mais economias, então os tempos de espera para estar com ele tiveram que ser prolongados. Eventualmente, Emilie conseguiu trazer para casa seu filho adotivo Adam.

“Foi muito surreal (…) Há tanto tempo que tentávamos fazer isso, quando realmente aconteceu, não parecia que fosse real”, disse a jovem ao se reencontrar com o filho. Agora ela terá que preencher a papelada para que a adoção de Adam seja reconhecida em solo britânico.

Conforme ela explicou, o mais difícil para a criança é ir à escola. “Ele está achando um pouco complicado, mas ele já fez alguns amigos, estivemos em algumas atividades nesta Páscoa, então tenho certeza que realmente vai se resolver com o tempo”, disse Emilie.

Os pais da jovem também mostraram sua alegria por poderem conhecer o neto. Seu pai, Peter Larter, disse que “seus níveis de energia são incríveis, então é um pouco exaustivo. Mas isso é bom, não quereríamos de outra forma.”

Por enquanto, Emilie terá que continuar lutando para trazer seu parceiro Josh, e os pequenos Tallie e George, para o Reino Unido, para que logo possam se estabelecer como uma família feliz , como a jovem sempre sonhou. É por isso que ele criou uma petição no GoFundMe, a fim de arrecadar dinheiro.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de UPSOCL.
Fotos: Emilie Larter.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.