Qualquer casal que vive um relacionamento de muitos anos está sujeito a passar por crises; e as maneira como as duas pessoas enfrentam essas turbulências pode ser crucial para definir o futuro da relação.

Nicolette Popa acreditava que, no momento em que revelasse a seu marido que ela é lésbica, o fim da sua relação de anos com ele estaria automaticamente decretado. Mas, para sua surpresa, não foi isso que aconteceu. Após a conversa franca que tiveram, o relacionamento deles ficou ainda mais sólido.

Nicolette conheceu Ryan quando ainda era uma adolescente de dezessete anos. Alguns anos depois, ele estava tão apaixonado que propôs que eles se cassasem. Na época, Nicolette aceitou a proposta sem a menor hesitação, mas seis anos depois, tudo mudou e o casal se viu diante de uma nova realidade.

Nicolette cresceu em uma família tradicional da Carolina do Sul, nos Estados Unidos. Seus pais eram cristãos protestates e formavam uma família comum, absolutamente comum. “Crescemos em paz, caçando, pescando e coisas assim, em uma família religiosa. A família de Ryan também”, disse ela ao Daily Mail.

Durante a pandemia, Nicolette se viu passando mais tempo em casa com os filhos e com o marido, e teve bastante tempo para refletir sobre o relacionamento deles. O casal, aliás, estava morando no Japão, fato que não é insignificante, já que tudo isso serviu para Nicolette “abrir sua mente”. E foi nessa época que ela sentiu a necessidade de confessar a verdade a Ryan.

Os dois se sentaram no sofá e ela lançou sua frase sem hesitar: “Sou lésbica”. Dentro de si, ela sempre soube que sentia atração por mulheres, mas para não decepcionar sua família conservadora, passou a vida reprimindo seus desejos. Ela não podia imaginar a reação de seu marido.

Ryan não se sentiu desconfortável após as declarações de sua esposa. “Não foi um choque quando Nicolette me contou tudo. Na verdade, comecei a desconfiar, mas nunca contei nada a ela. Eu queria esperar que ela mesma me falasse sobre isso”, admitiu o jovem de 26 anos ao Daily Mail.

Embora Nicolette esperasse que a sua confissão fosse o prenúncio de uma separação, a verdade é que aconteceu exatamente o contrário. Seu casamento ficou ainda mais forte. O casal decidiu não se separar e continuar a criar os filhos juntos.

“Sinto que ele será sempre a minha alma gémea, mesmo que numa perspetiva diferente (…) Continuamos a viver juntos, na nossa casa, com os nossos filhos. Por enquanto, o que fazemos funciona e tudo bem. Nós nos preocupamos em fazer nossos filhos se sentirem bem, e é isso que nos interessa”, disse ela.

Segundo Nicolette, nem ela nem o marido planejam namorar outras pessoas no momento, pois agora preferem se dedicar à família e aos filhos.

Vivendo essa nova fase da vida, a jovem mãe recebeu o apoio dos amigos e dos pais. Ela ainda tem recebido várias mensagens positivas e encorajadores nas redes sociais.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de UPSOCL.
Fotos: Nicolette Popa

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.