Depois de passar todos os meses de sua gravidez tentando sobreviver à pandemia do coronavírus, Elizabeth finalmente estava livre para sair, comprar as coisas de que precisava para receber seu filho e relaxar antes de se tornar mãe.

O que ela não sabia era que seu filho chegaria no momento e no lugar mais inesperado de todos. Felizmente para essa mãe e seu bebê, alguns estranhos de bom coração a ajudaram no mom,ento que ela mais precisava.

A mulher, natural de Sonora, no México, foi fazer compras com uma prima na loja Coppel no dia 15 de agosto, quando as contrações começaram.

Tudo evoluiu tão rapidamente que o pessoal da loja teve que reagir e imediatamente assumir as rédeas da situação.

Cerca de 10 funcionários da Coppel ajudaram Eli. Três delas auxiliaram diretamente no parto e as demais ficaram encarregadas de trazer toalhas, kit de primeiros socorros, fechar aquele espaço na loja e chamar a ambulância.

Felizmente, os colaboradores mantiveram a calma em todos os momentos. Graças ao treinamento de primeiros socorros oferecido pela Coppel, eles puderam receber o bebê Julián com sucesso. Uma ambulância da Cruz Vermelha chegou ao local para levá-los a um hospital e serem examinados. Elizabeth não precisou de oxigênio e no dia seguinte tiveram alta.

A mamãe mais tarde compartilhou uma foto de seu lindo bebê, que está em perfeitas condições apesar de ter nascido em um corredor de loja e não em um hospital como seus pais haviam planejado.

Por fim, a Coppel deu um presente para a família do bebê, bem como um kit para o recém-nascido, dado a ele quando veio ao mundo. Em todos os momentos houve apoio da loja e todos os protocolos de higiene e segurança foram sempre seguidos.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de UPSOCL.
Fotos: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.