Margaret Thome Bekema, de 97 anos, não se formou no colégio Grand Rapids Catholic Central High, em 1936, como deveria. Em vez disso, em 1932, ela foi forçada a abandonar a escola para cuidar de seus irmãos e de sua mãe, que estava com câncer. No entanto, graças a um parente distante, Bekema recebeu recentemente um diploma honorário, 79 anos após a formatura de 1936.

“Agradeço do fundo do meu coração”, disse Bekema à mídia local. “Tive que deixar a escola para cuidar da família. Foi difícil, você não tem ideia de como foi difícil. Eu adorava o ensino médio e tinha muitos amigos.”, disse lea.

O Diretor do colégio disse: “Sua vida tem sido de sacrifício e serviço. Ela tem sido tão encorajadora e inspiradora para nossa comunidade porque suas decisões representam todos os valores fundamentais que ensinamos aos nossos alunos.”

Margaret Bekema, 97, começou já começou a chorar quando viu seu capelo de formatura.

Ele recebeu um diploma honorário do ensino médio 79 anos após a formatura oficial.

Bekema foi forçada a abandonar a escola aos 17 anos para cuidar de seus irmãos e de uma mãe doente.

O diretor Greg presenteou Bekema com seu tão sonhado diploma.

E o detalhe mais especial é que o dipoloma é datado do ano em que Bekema teria se formado.

“Tive que deixar a escola para cuidar da família. Foi difícil, você não tem ideia de como foi difícil. Eu adorava o ensino médio e tinha muitos amigos.”

Bekema até recebeu a carta dela da escola!

Histórias assim aquecem nosso coração!

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.