Já deu para perceber que o mês de julho chegou trazendo baixas temperaturas em todas as regiões do país. Você deve ter sentido os efeitos da frente fria ao acordar de manhã para ir trabalhar ou ao precisar lavar uma louça, situações do nosso dia a dia que se tornam mais difíceis quando o inverno fica mais rigoroso. Mas há quem sinta ainda mais fortemente as baixas temperaturas que assolam o país, e são justamente aqueles que estão mais vulneráveis, as pessoas em situação de rua. E, dadas as circunstâncias, é natural que se pergunte, como essas pessoas fazem para se higienizar a uma temperatura agradável em meio ao frio de ranger os dentes? E foi pensando nisso que a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, no Paraná, tomou a iniciativa de disponibilizar um Motor Trailer com banheiros completos e individuais, separados para mulheres e homens em situação de rua da cidade.

O projeto, que foi batizado como Banho Solidário, é uma parceria entre a Fundação Municipal de Assistência Social (FASPG) e a Secretaria Municipal de Políticas Públicas Sociais (SMPPS) de Ponta Grossa.

A iniciativa começou na última sexta-feira (5) no estacionamento do Restaurante Popular Guilherme Cavina. “Estávamos há um ano trabalhando e estudando a melhor maneira de implantar este projeto na cidade. A Prefeitura de Ponta Grossa é a primeira do Brasil a realizar esta atividade, sabemos que as pessoas em situação de rua tinham esta necessidade e não medimos esforços para concretizar. Acreditamos que a novidade trará mais conforto para as pessoas que mais necessitam”, destaca a presidente da Faspg e Secretária da SMPPS, Simone Kaminiski.

O projeto Banho Solidário estará disponível todas as sextas-feiras, no mesmo local, das 17h às 20h. É necessário realizar um cadastro junto à assistência social para receber a senha para o banho. Além de oferecer o banho, as pessoas em situação de rua receberão um kit de roupas limpas e de higiene pessoal (com shampoo, condicionador, sabonete, cotonete, fio, pasta e escova dental, pente de cabelo, toalha de banho, aparelho de barbear e toalha de banho), além de poderem tomar sopa no restaurante.

“Nosso objetivo é proporcionar de forma prática noções de higiene, transmitir respeito e dignidade humana e ainda conseguir diminuir problemas de saúde causados pela falta de higiene”, completa Simone.

O investimento para realizar o projeto foi de aproximadamente R$ 87 mil. Mas há de se concordar que o investimento vale cada centavo. Olhar para as necessidades do próximo nunca é demais!

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Diário dos Campos.
Foto destacada:Reprodução/Diário dos Campos.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.