O cantor Tiago Iorc, que se mantinha longe dos holofotes desde julho de 2020, voltou a ser pauta após lançar um novo single no no último dia 11 de novembro. Na música, intitulada “Masculinidade”, o artista adota um tom confessional para tratar com extrema honestidade sobre temas cada vez mais urgentes sobre o universo masculino e a necessidade de cuidar da saúde mental. (Veja o clipe no final da matéria)

A letra da música, escrita pelo próprio artista, reflete sobre como antigos preconceitos e esterótipos relacionados à masculinidade moldaram a sua carreira e sua vida pessoal. Tiago fala ainda sobre como os homens tendem a renegar a sensibilidade e defender a vocação de ser sempre viris, fortes e indestrutíveis.

“Queria ser uma unanimidade. Eu quis provar minha virilidade. Eu duvidei da minha validade. Na insanidade virtual, eu cuido pra não ser muito sensível. Homem não chora, homem isso e aquilo. Aprendi a ser indestrutível. Eu não sou real.”, diz um trecho da canção.

Ao longo dos seis minutos da canção, o cantor fala ainda sobre saúde mental, machismo, medos, fragilidades, repressão de sentimentos, “padrões radicais”, “absurdos normais” e outros comportamentos que podem tornar um “homem macho”, “violento” e “sem amor”.

“Meu pai foi minha referência de homem forte. Trabalhador, generoso, decidido. Mas ele sempre teve dificuldade de falar. O pai do meu pai também não soube se expressar. Por esses homens é preciso chorar e perdoar…”, canta Tiago.

Veja o clipe da música:

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Purepop.
Fotos: Reprodução/Youtube.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.