Em um texto publicado em seu blog no UOL no início do mês, o médico psiquiatra Luis Sperry tocou em um tema sensível, que tem o potencial de gerar acaloradas discussões: Como a expansão de diagnósticos tem beneficiado alguns profissionais da Psiquiatria.

Sperry inicia seu texto falando sobre o aumento no número de casos de transtornos mentais ultimamente, trazendo como consequência mais consultas, mais internações e muito mais medicações. “De modo irregular, mas constante, a psiquiatria vem saindo do espaço da obscuridade e chegando lentamente a parcelas cada vez maiores da população. Alguns saúdam isso como um dado positivo, mas tenho cá minhas reservas.”, disse o médico.

O psiquiatra ainda cita em seu texto o artigo de John Horgan na Scientific American, “Pode a Psiquiatria se Curar Ela Mesma?”, que apregoa que é necessário menos foco em ganhar dinheiro e mais em ajudar as pessoas. John Horgan ressalta que ao longo de seu percurso científico no último século, a psiquiatria muitas vezes esteve associada a práticas torpes como o coma insulínico e a lobotomia, e nem sempre pelos melhores motivos.

Ainda de acordo com John Horgan, a Psiquiatria atual promete demais e entrega pouco, em um conluio com os laboratórios e parte da mídia, ávidos por vender novos medicamentos e novidades sensacionalistas.

O médico psiquitra Luiz Sperry finaliza seu texto cravando: “Uma parte das pessoas de fato se beneficia, mas tem um monte de gente ganhando muito dinheiro vendendo doenças e tratamentos com finalidades menos cristãs do que apregoam.”.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações do Blog do Luiz Sperry.
Foto destacada: iStock.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.