Muito se discute sobre o papel fundamental da exposição à luz solar para um aumento significativo da produção de serotonina – substância química do cérebro que é um poderoso potenciador de humor. A pesquisa mais notável sobre esse assunto foi realizada pelo Dr. Gavin Lambert e seus colegas na Austrália. Eles mediram os níveis de serotonina em resposta a diferentes graus de luz brilhante.

Para fazer isso, eles coletaram amostras de sangue das veias jugulares internas de 101 homens e compararam a concentração de serotonina no sangue com as condições climáticas e as estações do ano. Os resultados foram notáveis: os homens que passaram pelo teste em um dia muito claro produziram oito vezes mais serotonina do que aqueles que passaram pelo teste em um dia nublado. Eles também observaram que o efeito da luz brilhante era imediato e que não havia restos de um dia para o outro. Os níveis de serotonina também foram sete vezes mais altos no verão do que no inverno.

Foto de Julian Jagtenberg no Pexels

E os medicamentos?

Os medicamentos antidepressivos mais populares também funcionam mantendo os níveis de serotonina altos, mas existem efeitos colaterais alarmantes. A Food and Drug Administration (FDA) indica que medicamentos antidepressivos conhecidos como inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRSs) podem aumentar a depressão em alguns casos e levar o usuário a pensar em tirar a própria vida. Algumas das marcas envolvidas são Paxil, Lexapro, Prozac, Effexor, Zoloft, Wellbutrin, Luvox, Celexa e Serzone, apesar de o FDA listar 34 medicamentos.

O FDA lista vários avisos e instruções adicionais sobre esses medicamentos:

Os antidepressivos aumentam o risco de pensamento e comportamento suicida (suicídio) em crianças e adolescentes com TDM (transtorno depressivo maior) e outros transtornos psiquiátricos.

Qualquer pessoa que considere o uso de um antidepressivo em uma criança ou adolescente para qualquer uso clínico deve equilibrar o risco de mais suicídio com a necessidade clínica.

Os pacientes que iniciaram o tratamento devem ser observados de perto para piora clínica, suicídio ou alterações incomuns no comportamento.

As famílias devem ser incentivadas a observar atentamente o paciente e entrar em contato com o médico.

Como o Sol influencia?

A falta de exposição ao sol em alguns países nórdicos é uma das principais causas de depressão nos habitantes, na medida em que durante vários invernos são prescritas doses de três meses de vitamina D para combater os efeitos físicos causados ​​pela ausência do sol.

A deficiência de vitamina D também apresenta sintomas que incluem dores musculares ósseas, declínio cognitivo em idosos, asma grave em crianças e infecções respiratórias e estomacais debilitantes.

Foto de Leah Kelley no Pexels

Só posso obter vitamina D ao sol?

A deficiência de vitamina D não pode ser combatida com os alimentos, pois eles não fornecem as quantidades necessárias para equilibrar nosso sistema. Portanto, ele só pode ser tratado com a ingestão em sua versão sintética. A vitamina D é muito difícil de obter através dos alimentos, pois só é encontrada em peixes gordurosos, alguns cogumelos e soja orgânica. No entanto, a maneira mais eficaz é, sem dúvida, através do sol, uma vez que é produzido fotoquimicamente na pele a partir do 7-desidrocolesterol.

Benefícios do sol contra a depressão.

A exposição de todo o corpo ao Sol por meia hora pode nos ajudar a produzir entre 10.000 e 20.000 unidades de vitamina D, devido a uma reação com raios ultravioletas.

A melhor maneira de obter os benefícios do sol, além de combater a depressão, é sair para o parque, fazer pequenas caminhadas, ler ou fazer qualquer tipo de atividade que permita receber os raios do sol por um tempo e, assim, evitar uma deficiência de vitamina D Além disso, esses tipos de atividades ajudam você a se distrair de pensamentos tristes enquanto recebe uma dose de felicidade solar.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Foto de capa: Maggie Zhan/Pexels.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.