Uma recente pesquisa do World Giving Index (o Ranking Global de Solidariedade), revelou dados interessantes sobre a solidariedade no Brasil: o país está bem longe de ser o mais solidário do mundo. Além disso, a maior parte das ações solidárias realizadas por aqui não são, necessariamente, feitas pela parcela mais rica da população.

Segundo o levantamento da organização, que aqui é representada pelo Instituto para o Desenvolvimento e do Investimento Social (Idis), o Brasil consta apenas na 74º posição da lista dos países mais solidários, atrás de nações como México, Peru, Senegal e Zimbábue.

A pesquisa também apontou que os pobres doam, proporcionalmente, três vezes mais que os ricos no Brasil e que os brasileiros não são muito ativos no cotidiano, agindo mais em situações de emergências, como em tragédias naturais.

O relatório da solidariedade no Brasil indicou ainda que o gesto solidário mais popular no país é a doação de dinheiro, feita por dois terços dos doadores (68%). Esses valores são destinados para organizações sociais, igrejas ou organizações religiosas, ou diretamente para uma pessoa necessitada.

Entre os principais motivos listados para doar dinheiro, a razão mais comum é ?porque faz com que se sintam bem?. Já o fator mais citado como maior incentivo para doar mais foi ?ter mais dinheiro?, enquanto 46% dos participantes disseram que doariam mais se soubessem como é gasto o valor.

Outro dado levantado pela pesquisa é que, quando a doação é feita em dinheiro, a parcela mais pobre da população doa, proporcionalmente à renda, três vezes mais que os ricos. Isso se deve ao fato de que muitas dessas pessoas entendem a importância de ajudar o outro, por já terem passado por necessidades similares.

Com apenas 28% da população envolvida em uma ou mais ação solidária, o Brasil também segue as tendências mundiais ao ter a maioria das doações feitas à organizações religiosas e igrejas. Em seguida, vem o apoio às crianças e o apoio aos mais pobres.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Minha Vida.
Foto destacada: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.