Matt Martin, 28, de Dallas, Texas (EUA), criou um certo rebuliço na internet por escrever um artigo sobre casamento publicado pela Love What Matters. Ele defende que o casamento é entre duas pessoas e que os filhos não devem vir primeiro lugar.

“Minha tia Steph, uma das pessoas mais inteligentes e contundentes que conheço, me disse antes de eu me casar: ‘As pessoas dizem que você se casa com a família também. Isso não é verdade. Seu casamento é entre vocês dois’. Não estou dizendo que sua família não é importante. Eu valorizo ​​muito minha família (não tanto quanto minha esposa, mas mesmo assim …). Você precisa deles para se apoiar quando a vida fica difícil e para animar vocês, mas eu não casei com a mãe dela e ela não se casou com meu pai. Tivemos que aprender a nos virarmos sozinhos em vez de recorrermos instintivamente aos nossos pais. Somos uma família agora, e nossa família vem primeiro.”, escreveu.

Martin acredita que ser casado e ter filhos não deve impedir você de alcançar seus objetivos pessoais.

“Pessoalmente, acho que esse é um ponto muito importante em um relacionamento. Se seu cônjuge for um obstáculo para você atingir seus objetivos pessoais, em vez de uma fonte de apoio, pode haver sérios problemas em seu relacionamento.”, disse ele.

“Nosso pastor nos disse em uma sessão de aconselhamento pré-matrimonial que, como casal, teríamos objetivos e, como indivíduos, teríamos objetivos. Para ter sucesso como casal, ambos enfrentaríamos esses objetivos. Às vezes eu seria o capitão e às vezes Sara (sua esposa) seria. Mas nós dois estaríamos trabalhando para esse objetivo. Essa é a beleza do casamento. Você tem este parceiro de vida para te elevar.”, continuou.

Esta por fim o trecho mais polêmico do seu desabafo:

“Uma lição enorme e monstruosa que aprendi e que ORO para que todos vocês levem em consideração, é que seus filhos não vêm em primeiro lugar. Nossos filhos são importantes e são o futuro, mas o que é melhor para eles é terem um lindo exemplo de duas pessoas que se amam e amam a Deus. Outra coisa importante para eles saberem é que não são o centro do universo. Desculpe se você está lendo isso no futuro, Jack e Cam (seus filhos) e quaisquer outros filhos que possamos ter tido, mas você não é o centro do meu universo. Às vezes eu queria muito que você fosse, mas isso não vai te fazer nenhum favor, e não vai me fazer nenhum favor quando você sair de casa (por favor, saia de casa). Você não pode deixar seu cônjuge em banho-maria por dezoito anos e então dizer ‘Oh, ei, você pode ser meu número um de novo.

O artigo gerou uma discussão acalorada no Facebook, onde alguns concordaram que o casamento deve ser o relacionamento principal em uma família, enquanto outros pensam que as necessidades dos filhos estão em primeiro lugar.

Alguns acreditam que colocar seu casamento em primeiro lugar cria um ambiente melhor, onde os filhos podem prosperar.

“O casamento precisa estar em primeiro lugar. Um lar instável é prejudicial para o bem-estar psicológico e emocional das crianças. Meu cônjuge e eu faremos nossos filhos esperarem por nossa atenção, pois estamos tendo uma discussão importante … Eu priorizo ​​meu casamento e meus filhos floresçam e prosperar por causa disso,”- Natalie.

“Eu sinto que você deve se colocar em primeiro lugar antes de seus filhos. Se você não estiver em um bom lugar, isso se refletirá em todo o resto.” – Christine.

Enquanto outros acreditam que os adultos devem colocar suas necessidades em segundo lugar, depois das de seus filhos.

“Sanctimonious na melhor das hipóteses …. minha esposa e eu sempre colocamos nossos filhos em primeiro lugar …. temos amor e respeito mútuo e isso nunca vai mudar! Mas criar nossos filhos sempre será uma prioridade porque é um trabalho que transcende qualquer outra coisa … se você for casado com alguém que insiste que é uma prioridade sobre os filhos que vocês dois trouxeram a este mundo … é basicamente egoísta … egocêntrico e egocêntrico! ” – Jeff

“Meus filhos sempre estarão em primeiro lugar. Meu marido é um adulto que sabe cuidar de si mesmo e entende quando meus filhos precisam de mim. Ainda arranjamos tempo para assistir filmes juntos e estarmos juntos”, – Olivia.

E você, de que lado está nessa discussão?

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Upworthy.
Foto destacada: Reprodução/Instagram.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.