Um pai alega que um cirurgião que atende pelo Serviço Nacional de Saúde da Inglaterra se recusou a operar uma marca de nascença facial que cobre metade da testa de sua filha recém-nascida, pois ela “não será intimidada pelos colegas até a escola secundária”.

Daniel Brookshaw, 26, e sua parceira Celine Casey, 24, de York, deram as boas-vindas à filha Vienna no dia 6 de abril. A pequena nasceu com um grande nevo melanocítico congênito.

O casal foi encaminhado ao Leeds St James’s University Hospital com seu bebê, onde dizem que os cirurgiões fizeram o comentário desdenhoso.

Daniel afirma que eles se sentiram decepcionados com a decisão e temem que o bem-estar mental da pequena Vienna seja afetado quando ela começar a ir à creche porque “as crianças não costumam ter filtro para dizer o que pensam”.

Celine teme que sua filha um dia pergunte ‘por que você não fez algo’ se ela enfrentar bullying durante a infância – e há até um risco maior de câncer devido a uma marca tão grande na testa, que deve crescer ainda mais.

“Eles nos enviaram ao Hospital Universitário de Leeds St James para ver um cirurgião pediátrico lá e ele basicamente disse que nunca pensaria em operá-lo até que ela tivesse idade suficiente para ter sua própria opinião, ou seja, uma adolescente.

‘Falamos com um dermatologista ao mesmo tempo e ele disse [em] sua própria opinião, ele não tocaria e deixaria completamente.

‘[Os motivos deles eram] porque isso não afeta a saúde dela e não é cancerígeno no momento, mas pode se transformar em câncer.’

O pai de dois filhos disse que os efeitos psicológicos em sua filha seriam “enormes”, que é a principal preocupação da família, e sente que o bem-estar mental da filha não foi levado em consideração.

Ele acrescentou: ‘Viena é uma criança alegre de um mês. Ela é absolutamente linda. Ela tem sua própria personalidade agora.

“Hoje em dia, as crianças não têm um filtro propriamente dito e não queremos que isso afete a saúde mental dela, o que vai acontecer. Eles praticamente disseram que ela pode ser capaz de lidar com isso, então pode ficar tudo bem. Disseram que ela será capaz de tomar sua própria decisão [quando mais velha] e que ela não será importunada pelos colegas até que ela esteja na escola secundária.’

Os pais agora tentam arrecadar dinheiro para fazer uma cirurgia através de um hospital particular de Londres.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Daily Mail.
Crédito das Fotos: Kennedy News and Media.

Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.