Mark Zuckerberg perdeu US$ 7 bilhões de sua riqueza pessoal em poucas horas nesta segunda-feira (4), fazendo-o descer um degrau na lista das pessoas mais ricas do mundo. A queda na fortuna do bilionário acompanhou a das ações do Facebook, após virem à tona denúncias de uma ex-funcionária sobre a empresa e sobre a falha que deixa fora do ar os principais produtos da companhia.

Os aplicativos do WhatsApp, Facebook e Instagram ficaram fora do ar no mundo todo por cerca de seis horas nesta segunda. Nenhum usuário conseguia enviar mensagens no WhatsApp ou carregar novos posts no Instagram e Facebook. Por volta de 19h, o Instagram e o Facebook começaram a dar sinal de vida, mas o WhatsApp continuava com erro.

Através de sua conta oficial no Twitter, o Facebook — que também é dono do WhatsApp e Instagram— confirmou o problema global, mas não deu detalhes sobre a falha.

“Estamos cientes de que algumas pessoas estão tendo problemas para acessar nossos aplicativos e produtos. Estamos trabalhando para voltar ao normal o mais rápido possível e pedimos desculpas por qualquer inconveniente”, disse a empresa.

A queda das ações fez com que a fortuna de Zuckerberg caísse para US$ 120,9 bilhões, deixando-o abaixo de Bill Gates (Microsoft), na quinta posição no Índice de Bilionários da Bloomberg. Ele perdeu cerca de US$ 19 bilhões em riqueza desde 13 de setembro, quando seu patrimônio era avaliado em quase US$ 140 bilhões, de acordo com o índice.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Valor Econômico.
Foto destacada: Nick Wass/AP.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.