O papa Francisco surpreendeu o mundo mais um vez com sua benevolência e gentileza. Em uma audiência geral nesta quarta-feira, 21, que contava com a participação do pontífice, uma menina com deficiência mental invadiu o palco, interrompendo brevemente a convenção. E o papa, contrariando o que se esperaria de alguém que ocupa a sua posição, não só permitiu que a garota se movimentasse à vontade no palanque, batendo palmas e dançando, como emocionou a todos com lindos ensinamentos sobre a situação.

A garotinha, que na ocasião estava usando uma camiseta cor-de-rosa com a palavra “Amor”, se desvencilhou da mãe na frente do salão de audiências e seguiu até o grande palco de mármore. Ela perambulou de um lado a outro diante dele, saltou e ocasionalmente bateu palmas com força.

O papa Francisco então sinalizou aos seguranças para que permitissem que a menina circulasse livremente. A garota voltou para a mãe, que tentou mantê-la quieta, mas ela escapuliu de novo e voltou ao palco, recebendo aplausos da plateia no salão de audiências do Vaticano.

“Essa pobre garota é vítima de uma doença e não sabe o que está fazendo”, disse o papa ao final da audiência.

“Pergunto uma coisa, e todos deveriam responder em seus corações. Orei por ela quando a vi? Orei para que o Senhor a cure e proteja? Orei por seus pais e sua família?”

“Quando vemos uma pessoa que está sofrendo, devemos orar. Esta situação deveria nos ajudar a sempre fazer essa pergunta”, disse.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Veja.
Foto: Reprodução/Veja.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.