Em São José do Rio Preto, uma pastora de 44 anos foi encaminhada até o Plantão Policial da cidade após descumprir o decreto da prefeitura que proíbe eventos com mais de 100 pessoas devido à pandemia de Covid-19, doença causada pelo no coronavírus. O caso aconteceu na noite da última sexta-feira (20), em uma igreja no bairro Vila Nossa Senhora Aparecida.

Segundo informações contidas no boletim de ocorrência registrado, a polícia foi acionada pela Vigilância Sanitária a comparecer no local.

De acordo com a fiscal da Vigilância Sanitária, mais de 100 pessoas estavam reunidas no culto, o que passou a ser proibido pela prefeitura de Rio Preto na segunda-feira (16) como forma de conter o avanço do coronavírus.

A polícia então encaminhou a pastora até o Plantão Policial, onde foi registrado o boletim de ocorrência por infração de medida sanitária preventiva foi registrado. Segundo a polícia, a pastora foi liberada e o culto continuou depois que algumas pessoas foram embora para se adequar ao número abaixo de 100.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de G1.
Imagem: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.