Tosse seca, febre e falta de ar são so principais sintomas da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Entretanto, estudos recentes revelam que podem haver outros indícios de que um paciente foi infectado pelo vírus.

A perda ou diminuição da capacidade de sentir cheiros e sabores pode ser considerado sinal de alerta, de acordo com a Academia de Otorrinolaringologistas dos EUA.

Segundo a academia norte-americana, esses sintomas podem ser suficientes para os médicos fazerem o isolamento do paciente, desde que não seja um caso de alergia ou sinusite, por exemplo.

“Queremos realmente conscientizar que isso é um sinal de infecção e que qualquer pessoa que desenvolva perda do olfato deve se isolar”, escreveu em um email a professora Claire Hopkins, presidente da British Rhinological Society. “Isso poderia contribuir para diminuir a transmissão e salvar vidas”.

De acordo com uma reportagem publicada no New York Times, há relatos de médicos italianos que atuaram nas áreas mais afetadas pela doença que citam casos de pacientes que testaram positivo e que tiveram a perda de paladar e de olfato. Além disso, apesar desses sintomas, o paciente ainda tinha a aparência saudável e sem tosse ou febre.

Também é citado pelo New Yok Times um estudo da Coréia do Sul que descobriu que 30% de uma amostragem de 2.000 pacientes apresentaram resultado positivo para o covid-19 relataram a dificuldade de sentir cheiros e sabores.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Notícias R7.
Foto destacada: Pixabay.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.