O cãozinho pitbull Sterling teve uma vida muito difícil até que sua mãe humana, Bethany Leigh, decidiu resgatá-lo quando ele tinha apenas 4 semanas e meia de idade. Ela sabia que o filhote, vítima de abuso, precisava de tanto amor e atenção quanto possível para consertar os erros que haviam sido cometidos com ele até. E, com o passar dos dias, ela o ajudou a se transformar no pitbull mais doce e confiante de que já se teve notícia.

“Ele era tão pequeno. Eu estava dando mamadeira a ele regularmente ”, disse Bethany Leigh ao site The Dodo. “Ele tinha cicatrizes gigantes em seu peito e pernas. Com muita dedicação, amor e treinamento, ele se tornou tão doce e amoroso! ”.

Bethany sempre foi uma grande defensora dos animais e ajudou a resgatar todos os tipos de animais em diferentes situações. E, assumindo características de sua dona, Sterling também faz o papel dele e se tornou o melhor irmão adotivo de todos os animais que passam pela casa deles. Ele gosta especialmente de criar gatinhos e se relacionar com cada um da maneira mais doce possível.

Quando Leigh encontrou um pequeno gatinho, mais tarde batizado como Lux, em um estacionamento do McDonald’s há alguns meses atrás, ela o pegou e o levou para casa – e por alguma razão, Sterling se apaixonou mais do que nunca por seu novo amigo adotivo.

No início, Lux estava com medo de seu novo irmão adotivo, mas com muita paciência e amor, Sterling logo conseguiu conquistá-lo. Em pouco tempo, os dois se tornaram inseparáveis, fazendo todas as coisas possíveis juntos o dia todo.

“Quando estamos no quintal e deixamos Lux explorar, se ele for longe demais ou começar a escalar a árvore, digo a Sterling para pegar seu gatinho e ele corre para encontrá-lo”, disse Leigh. “Eles se aconchegam e dormem juntos, ambos amam bolas e brinquedos, eles amam nosso quintal e brincam juntos lá atrás.”

Com o passar das semanas, ficou claro que Lux se encaixava muito bem à sua nova família adotiva. Ele até se juntou à filha de 2 anos de Leigh, que é a outra melhor amiga de Sterling. Sterling amava tanto proteger e nutrir seu novo irmãozinho, que seria difícil imaginar o que aconteceria quando Lux fosse finalmente adotado e tivesse que sair de casa.

Quanto mais tempo os dois passavam juntos, mais perto ficavam , e em pouco tempo Leigh percebeu que não havia como eles darem Lux a outra família – e, portanto, graças a Sterling, Lux tornou-se oficialmente um fracasso adotivo.

Agora estes adoráveis melhores amigos são oficialmente irmãos, e eles não poderiam estar mais felizes com isso. Ambos tiveram vida difícil e parecem se entender isso, e não há dúvida de que eles serão melhores amigos para o resto de suas vidas.

***
Traduzido por Destaques Psicologias do Brasil de The Dodo.
Fotos por: Bethany Leigh.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.