Devido à pandemia de COVID-19, milhões de alunos tiveram que se adaptar a novos métodos de ensino por meio da utilização de ferramentas digitais como computadores, tablets e celulares, que se tornaram essenciais para o recebimento de suas aulas. No entanto, isso também significou que qualquer dano, perda ou mesmo a falta desses aparelhos eletrônicos ou cobertura de internet e energia elétrica teve um grande impacto na educação.

Uma estudante chamada Ana enfrentou um desses inconvenientes quando seu celular foi roubado durante um assalto, Na ocasião, ela foi imediatamente com sua mãe à Polícia Militar do Distrito Federal para denunciar o crime.

Comovidos com a dituação da menina, alguns policiais resolveram ajudar a menina e arrecadaram dinheiro entre si para poder comprar um novo celular para ela, já que a menina não parava de chorar por temer não conseguir retornar às suas aulas virtuais por não ter mais um celular.

“Decidi com meu batalhão fazer uma coleta, coordenamos os grupos e em poucos dias conseguimos. A menina ficou muito preocupada porque esse era o celular que ela usava para acompanhar as aulas online na época da pandemia”, disse o policial Brício Micaelles.

Dessa forma, o grupo de policiais arrecadou o dinheiro necessário para poder comprar um novo celular para Ana e, como ainda tinham algum dinheiro, também adquiriram um chip de celular, algumas cestas básicas e várias decorações
de aniversário para poderem fazer uma festa especial para ela.

Por fim, o policial Micaelles disse aos meios de comunicação que esperaram o aniversário de Ana para organizar uma festa para ela e assim poder entregar o celular de presente. Tanto Ana quanto sua família não acreditaram no gesto e foi uma verdadeira surpresa. “Ficamos felizes em ajudar, é uma família humilde” , finalizou o policial.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.