Como sargento de patrulha do Departamento de Polícia de Kingman, no Arizona (EUA), o tenente Brian Zach tem contato com muitos sobreviventes de abusos.

No entanto, havia algo especial em Kaila, uma garotinha que conheceu atendendo a um chamado. Com apenas 4 anos de idade, a criança havia sido tão negligenciada que ela só conhecia três palavras, mas isso não impediu Zach de se ligar a ela naquela noite.

“Nós brincamos de colorir, nós comemos … ela segurou minha mão, e ela era uma coisinha tão fofa,” disse Zach. “Assim que os detetives chegaram, eles a pegaram e levaram para o hospital.”

Zach foi para casa e contou para a sua esposa Cierra sobre a criança preciosa que ele ajudou. “Quando meu marido chegou, ele estava tipo assim,  ‘Eu tenho que trazer para casa a garotinha mais fofa do mundo. Ela é tão incrível ‘”, lembra Cierra.

Essa não foi a primeira vez que Zach crou conexão com uma criança necessitada no trabalho. Ele viu muitos casos de abuso infantil e sempre deseja poder resgatá-los e dar-lhes a vida que merecem. E desta vez, ele teve essa chance!

Quando os Serviços de Proteção à Criança não conseguiram encontrar um lugar para Kaila, Zach e Cierra se ofereceram como pais temporários da criança.

A menina não tinha pertences e, como os dois filhos biológicos do casal são adolescentes, os pais bondosos não estavam preparados para receber uma criança tão pequena.

“Nós tivemos que conseguir uma cama. Precisamos comprar uma cadeira alta, uma cadeira com penico”, explicou Zach. “Ela veio com uma sacola de roupas que não cabiam nela e um copinho com canudinho, nada mais.”

Kaila estava sendo tratada por vários ferimentos que sofrera nas mãos de seus cuidadores anteriores, mas isso não impediu que sua doce personalidade brilhasse assim que ela se estabeleceu em sua nova casa. “Ela é tão divertida e espirituosa”, disse Zach . “Ela é uma figura!”

A família colocou Kaila em uma escola especial, onde ela começou a prosperar. Não demorou muito para que ela chamasse Zach e Cierra de “papai e mamãe”. Ela se encaixou perfeitamente à sua nova família!

Então, 30 meses após aquele primeiro encontro fatídico, eles oficialmente a adotaram! Zach disse que espera que as pessoas conheçam sua história e decidam se tornar pais adotivos também. Afinal, o esforço para adotar Kaila “valeu a pena”.

Desejamos que esta limda família tenha tudo de melhor em sua nova vida juntos!

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Inspire More.
Fotos: Reprodução/Facebook.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.