Você às vezes insiste em fazer as coisas do seu jeito, ou do jeito antigo, mesmo quando apresentado a um atalho que o ajudaria a atingir seu objetivo mais rapidamente? Essa é uma forma comum de viés cognitivo, um provável processo inconsciente que envolve apegar-se a um sistema de crenças, mesmo quando nos é apresentada uma solução mais eficiente. você pode perguntar: “E daí?” Que diferença faz se você adotar uma abordagem antiga para resolver um problema, desde que funcione? O problema, dizem os pesquisadores, é que os métodos antigos nem sempre funcionam melhor, porque permanecer com o que já sabemos ser confiável, com o que é familiar e incorporado em nossas memórias, às vezes pode resultar em tomadas de decisão tendenciosas, distorcidas ou irracionais.

Muito do que nos atrapalha na hora de pensarmos em mudar é o medo do desconhecido. Quantas pessoas preferem ficar em uma situação prejudicial ao invés de agir? Seja um emprego ruim, um relacionamento abusivo ou até um vício. Isso acontece porque é cômodo. É preciso ter coragem para mudar!

Muitas vezes uma situação extremamente negativa pode ser considerada cômoda. Por pior que ela seja, você já aprendeu a lidar com ela, sabe como ela funciona e, por isso, se sente seguro. Seu chefe é grosseiro e abusivo. Tudo bem, mas você sabe como agir quando ele tem uma crise ou até já desenvolveu técnicas para evitar que ele exploda com você. É mais simples ficar nesta situação do que procurar um emprego novo, não é mesmo?

Mas quando você decide seguir na inércia, está dizendo ao mundo que não quer controlar sua vida. Você está deixando que outros escrevam a sua história e, dessa forma, não está vivendo todo o seu potencial. Parece certo? É porque não é. Então, crie coragem e faça mudanças agora, antes que você se enrole ainda mais no comodismo.

Como criar coragem para promover as mudanças de que sua vida necessita?

Primeiramente, identifique o que está errado em sua vida: Faça uma reflexão e descubra o que a deixa mais incomodada e infeliz. Esse é o aspecto da sua vida que precisa de mais atenção e mudança.

Planeje ações: Saia do mundo das ideias e comece a se organizar. Veja se precisa economizar algum dinheiro, mandar currículo ou procurar uma casa nova e vá em frente. Não pense muito, apenas dê pequenos passos todos os dias.

Não se concentre nos problemas ou nas dificuldades: Toda mudança envolve riscos, mas também possibilidades. Foque sua atenção nas oportunidades e soluções. Está difícil economizar no momento? Guarde menos dinheiro até conseguir ganhar mais, por exemplo.

Escolher mudar a sua vida não é simples, pois toda escolha implica uma renúncia. Neste caso, você terá que abrir mão do conhecido para se jogar em um abismo de dúvidas. Mas pense por outro lado: Imagine tudo o que pode ter lá. Um emprego melhor? Um parceiro mais companheiro? Uma vida mais longa e saudável? Com o desconhecido vem o que tem de mais interessante na vida: surpresas! Você pode encontrar algo fundamental que nem sabia que precisava.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Psychology Today e Astrocentro.
Foto destacada: Reprodução/Negócio MMN.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.