Recep Tayyip Erdogan , chefe de estado da Turquia, fez uma declaração informando sobre o lançamento da ” Campanha Nacional de Solidariedade ” para ajudar na luta contra o COVID-19.

Erdogan comentou que estava doando sete meses de seu salário como forma de aumentar a arrecadação de fundos, acrescentando que vários ministros já aderiram também. “Estou lançando a campanha pessoalmente, doando meu salário de sete meses”, disse ele em discurso em seu país.

“Nosso objetivo é ajudar as pessoas com dificuldades financeiras, principalmente trabalhadores assalariados, devido às medidas preventivas tomadas contra o surto”, afirmou o presidente.

Membros do gabinete e legisladores turcos doaram um total de 5,2 milhões de libras turcas ( cerca de 4 milhões e cinquenta e seis mil reais atualmente ) para a campanha.

Erdogan observou que a Turquia tem melhores instalações médicas do que outros países que combatem o vírus e disse: “A Turquia está abrindo rapidamente novos hospitais enquanto fortalece os já existentes”.

Além disso, o presidente disse que especialistas turcos estão trabalhando para produzir dispositivos respiratórios e uma vacina contra o vírus. Ele também pediu aos cidadãos turcos que permanecessem confinados em suas casas e, assim, impedissem a propagação do vírus.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Foto: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.