O primeiro-ministro da Irlanda, Leo Varadkar, anunciou no último domingo, 05, que volatará a trabalhar como médico no serviço público de saúde uma vez por semana durante a epidemia do novo coronavírus. O anúncio foi feito através de um porta-voz do governo.

Varadkar se formou em medicina pela Universidade da Trindade, em Dublin, em 2003, e atuou na área por sete anos. Em 2013, ele passou a se dedicar à carreira política.

De acordo com o “The Irish Times”, o primeiro-ministro fará atendimentos por telefone, avaliando os sintomas dos pacientes. “Muitos de seus parentes e amigos trabalham no setor de saúde”, explicou o governo. “Ele queria ajudar, mesmo que de maneira modesta.”

Quando a pandemia de Covid-19 atingiu a Irlanda, em março, o serviço público de saúde solicitou aos profissionais da área que haviam parado de praticar a profissão que retornassem para ajudar o sistema. Aproximadamente 50 mil pessoas responderam ao apelo.

Leo Varadkar, de 41 anos, é primeiro-ministro da Irlanda desde junho de 2017. Ele é filiado ao partido Fine Gael, de ideologia conservadora e democrata-cristã. O político foi o primeiro homem assumidamente gay a ocupar esse cargo na Irlanda.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de O Globo.
Fotos: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.