Existem professores que são tão comprometidos com a profissão e leais a seus alunos que fazem o que for preciso para garantir que ninguém fique sem aprender. Esse é o caso de uma professora de Minnesota, nos Estados Unidos, que, mesmo tendo que passar por sessões de quimioterapia para tratar um cãncer, não parou de dar aulas.

A professora Kelly Klein é um exemplo de força, coragem e amor pelo seu trabalho. E, como poucos fariam em sua situação, ela aparece em cada aula com um largo sorriso, cheia de vontade de transmitir conhecimentos e boas vibrações aos seus pequenos alunos.

Por causa do diagnóstico de câncer de ovário, Kelly foi obrigada a mudar parte de sua rotina para enfrentar cada sessão de quimioterapia. Porém, ela se recusa a deixar seus alunos na mão, por isso tem sido vista sentada no hospital com um laptop no colo, ministrando aulas online.

“Fui diagnosticada pela primeira vez há 5 anos e fui obrigadao a me despedir dos meus alunos porque estava muito doente. Sentia muita falta de ensinar”, disse Kelly em conversa com a CBS News.

“Há melhor maneira de passar 4 ou 5 horas do que com crianças de 5 anos? Eles fazem o tempo passar rápido. Me fazem sorrir”, acrescentou a professora, que encontrou na sua profissão uma saída para o momento difícil que atravessa.

Além disso, parte de sua intenção com essas aulas é ensinar aos pequenos que mesmo nas piores situações, como enfrentar um câncer, eles podem seguir com a vida, com esperança de que tudo pode melhorar. Ela é o melhor exemplo possível de determinação para estes pequenos.

“É muito fácil cair no ‘por que eu?’ e acho que se eu não tivesse crianças de 5 anos para ensinar todos os dias, passaria muito tempo pensando nisso”, disse a professora.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de UPSOCL.
Foto destacada: Kelly Klein.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.