Uma tendência importante hoje tem sido a sustentabilidade. E muitas vezes em nossa vida cotidiana, achamos difícil descobrir novos hábitos adotados em favor do meio ambiente.

Com o Carnaval chegando, temos que nos preocupar com um detalhe muito importante, mas que pode passar despercebido: os confetes! Eles são uma antiga tradição nos carnavais e de fato produzem um efeito muito bonito, mas é preciso considerar que eles não são tão inofensivos ao meio ambiente quanto parecem, afinal são feitos de papel, que por sua vez é produzido através da derrubada de árvores. Sendo assim, o que fazer? Não dá para imaginar uma folia sem confetes.

A solução pode ser mais simples do que se imagina. Você pode substituir o papel por um resíduo natural 100% biodegradável e fácil de se conseguir. São folhas de árvores. Sim, é isso mesmo que você leu! Para criar confetes orgânicos, você só precisa de folhas secas que as árvores e plantas descartam naturalmente; um furador, um soco e um recipiente para armazenar o confete.

Certamente você está pensando que uma desvantagem do confete biodegradável é que ele não pode ser colorido e divertido, como os confetes tradicionais. Ledo engano, caro leitor! Para obter o efeito colorido desejado, basta pintar as folhas secas com tinta vegetal e voilà! Temos charmosos confetes biodegradáveis coloridos.

A idéia é do engenheiro ambiental Vitor Hugo Sampaio e foi divulgada no perfil do Instagram Referential Green. A solução, batizada de ECOnfete, já está fazendo bastante sucesso entre os usuários do Instagram.

Que tal curtir o Carnaval sem sujar as ruas desta vez? É fácil, barato e recompensador!

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução/Instagram.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.