A depressão é um problema médico grave e altamente prevalente na população em geral. Segundo estudo epidemiológico, a prevalência de depressão ao longo da vida no Brasil está em torno de 15,5%. Segundo a OMS, a prevalência de depressão na rede de atenção primária de saúde é 10,4%, isoladamente ou associada a um transtorno físico.

Segundo Felipe Rizzetto, nutricionista do Hospital Federal da Lagoa (RJ), a alimentação pode ajudar muito no processo de cura da doença. “A alimentação pode ajudar diretamente na produção da serotonina, o que ajuda a aumentar o bom humor e combater os sintomas da depressão. Entretanto, vale ressaltar que ela não substitui o tratamento da doença, com a intervenção medicamentosa e terapia”, explica. Cabe ressaltar que, caso os sintomas se apresentem com maior gravidade, é imprescindível buscar a ajuda de um psiquiatra.

Saiba agora quais são os alimentos que podem ajudar a melhorar o humor e ainda são ótimos para dar uma forcinha no combate à depressão:

Ovos: Eles são uma boa fonte de vitaminas do complexo B, que colaboram com o bom humor. Recomenda-se consumir uma unidade por dia, no máximo. Aqueles que tem colesterol alto devem se preocupar com o consumo excessivo e evitar este alimento frito.

Castanha-do-pará: É rica em selênio, um poderoso agente antioxidante. A castanha pode ajudar na redução do estresse. É recomendado consumir de duas a três unidades diárias.

Nozes e amêndoas: Também são fontes ricas de selênio e ajudam a minimizar os sintomas. A recomendação é de quatro a cinco unidades de nozes ou 10 a 12 unidades de amêndoas. Também dá para fazer uma mistura dos dois sabores.

Mel: É estimulante e ajuda na produção de serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de prazer e bem-estar. Para usufruir dos benefícios, duas colheres de sobremesa ao dia são suficientes.

Leite e iogurte desnatado: São fontes ricas de cálcio, mineral que elimina a tensão e depressão. O cálcio ajuda a reduzir e controlar o nervosismo e a irritabilidade. É recomendado o consumo de 2 a 3 porções por dia.

Melancia, abacate, mamão, banana, tangerina e limão: Todas essas frutas são ricas em triptofano, aminoácido que ajuda na produção de serotonina. É recomendado o consumo de três a cinco porções de frutas todos os dias.

Laranja e maçã: São excelente fontes de ácido fólico, cujo consumo está associado à menor prevalência de sintomas depressivos. Além de ser rica em vitamina C, a laranja promove o melhor funcionamento do sistema nervoso, garante energia, ajuda a combater o estresse e previne a fadiga.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Blog da Saúde e Ministério da saúde.
Foto destacada: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.