Andrew é uma criança com autismo. Segundo sua mãe, Taylor Pomilla, o menino “têm dias bons e ruins, como qualquer criança. Mas ela precisa estar sempre preparada para quando ele estiver nos seus dias ruins”. O garoto às vezes experimenta colapsos que podem causar estranheza ou despertar olhares de julgamento por parte de alguém que não sabe que Andrew é autista.

Acostumada a receber olhares de reprovação sempre que o filho tem uma explosão em público devido ao excesso de informação sensorial ou emocional, Taylor foi recentemente surpreendida com a atitude de um estranho durante o último colapso de Andrew.

Este último colapso foi muito mais intenso do que o comumn e acabou deixando sua mãe sem saber o que fazer, mas graças à gentileza de um segurança do metrô de Washington (EUA), tudo acabou bem ao final.

A mãe solo, agradecida pela proatividade do rapaz, compartilhou seu relato nas redes sociais. Ela conta que havia acabado de pegar Andrew na escola e que os dois estavam indo para casa de metrô. Foi nesse momento que o garoto começou a ficar estressado.

Ele se recusava a sentar no banco e, apesar dos esforços de Taylor para acalmá-lo, Andrew teve um colapso – talvez por causa do barulho dos trilhos. Em questão de minutos, o pequeno estava no chão, rolando e gritando.

“Então ele começou a me chutar e a puxar meu cabelo, enquanto todos olhavam, a maioria provavelmente pensando que ele era uma criança ruim, mimada, que jamais fora educada corretamente, o que não é verdade”, escreveu Taylor. “As coisas ficaram tão ruins que, eventualmente, eu tive que sair do metrô na estação errada, a trinta minutos do nosso destino. Não queria mais pegá-lo de novo, e enquanto isso, todo mundo nos olhava.”

Neste momento de puro estresse e frustração, Taylor só conseguia pensar em como todos estavam julgando o filho sem conhecê-lo, sem saber seus problemas e dificuldades. “Só queria chorar.”

Mas então o comportamento de Andrew mudou completamente quando ele viu um oficial do metrô andando em sua direção. O homem, chamado Case, perguntou se eles precisavam de ajuda. Quando Taylor explicou a situação, o rapaz se ofereceu para pegar o trem com eles até sua parada.

“Ele começou a conversar com Andrew e o acalmou. Mostrou a ele seus gadgets de trabalho, seu distintivo do metrô. Brincou com ele. Perguntou se Andrew gostaria de se tornar um policial quando crescesse, ao que ele disse que ‘sim’”, conta.

Para a surpresa de Taylor, o oficial acompanhou Andrew até a porta de casa, mantendo-o entretido o tempo todo.

O gesto de altruísmo do oficial fez o dia de Taylor, e claro, de seu filho. Embora a viagem de metrô tenha começado mal, acabou se transformando em uma das melhores experiências de vida para ambos. “Serei eternamente grata. Esse rapaz, honestamente, restaurou minha fé na humanidade, de que há boas pessoas no mundo. Case merece ser reconhecido por seu incrível gesto de gentileza. Muito obrigada”, concluiu.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Inspire More e Razões para acreditar.
Fotos: Reprodução/Inspire More.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.