O ator Sergio Hondjakoff, de 36 anos, recorreu às redes sociais para negar o boato de que teria sido mantido em cárcere privado em uma clínica de reabilitação em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo. A informação tinha sido divulgada no início da tarde de hoje por veículos locais.

“Vim desmentir mais um boato que saiu na internet dizendo que eu estaria internado em uma clínica, em cárcere privado. Não, mentira, eu tô aqui com a minha mãe em Resende, estou curtindo essas férias de inverno”, disse o ator em um vídeo postad no Instagram.

“Estou mais perto da minha avó, que já está velhinha, da minha tia, minha família materna. Estou com muita saudade de vocês. Desmentindo esse boato de que estaria em uma clínica de reabilitação, estou aqui na casa da minha mãe em Resende. Quando essa pandemia passar, espero revê-los nas telinhas, nos telões… ‘Tamo’ junto, galera.

Através de uma nota enviada ao portal UOL, o MP-SP (Ministério Público de São Paulo) informou ter fechado ontem (04) uma clínica de tratamento para dependentes químicos na zona rural de Pindamonhangaba após ser denunciada por tortura e internação contra a vontade dos pacientes.

Ao todo, 46 pessoas teriam sido encontradas nos quartos com as portas fechadas pelo lado de fora. De acordo com o MP, os pacientes eram privados do contato com a família e obrigados a atestar documentos atestando que estavam internados de forma voluntária.

Novas denúncias de que os internos eram mantidos ali contra a vontade já chegaram ao MP. A Polícia Civil está neste momento procedendo a oitiva dos internos;

Dois funcionários foram presos e vão responder por constrangimento ilegal, sequestro e cárcere privado. O crime de tortura ainda é analisado.

 

30 dias GRÁTIS do Amazon Music Unlimited

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de UOL TV e Famosos.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.