Aconteceu na cidade de Icó, no interior do Ceará, um caso que deixou muita gente indignada. O coordenador de imunização da Secretaria de Saúde do município, José Lucas Alves, de quem se esperava uma conduta exemplar durante a pandemia, foi autuado pela Polícia Civil por descumprimento ao decreto governamental, após promover uma festa de aniversário com música ao vivo e mais de 60 participantes em um sítio na cidade.

O evento, que ocorreu na noite deste sábado (16), foi encerrado em uma ação conjunta da Polícia Civil e Polícia Militar. Além de Jospe Lcas Alves, o pai dele, o irmão e uma funcionária municipal foram detidos. Um decreto em vigor em todo o Ceará desde dezembro de 2020 proíbe festas e aglomerações.

O delegado da Delegacia Regional de Icó, Glauber Ferreira, registrou em vídeo o momento em que os agentes chegaram ao local da festa e se depararam com mostra dezenas de pessoas dançando e consumindo bebida alcoólica ao som de uma banda de forró.

De acordo com o delegado, no momento da abordagem, várias pessoas pularam muro e fugiram. Os policiais conduziram para delegacia o coordenador de imunização funcionário público que comemorava o aniversário de 26 anos; o irmão dele, que é produtor de eventos; o pai de 56 anos, e uma enfermeira de um hospital municipal.

Na unidade policial, foram registrados termos circunstanciados de ocorrência (TCO) contra as quatro pessoas, por descumprimento do decreto estadual que proíbe festas e aglomeração de pessoas em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Ainda segundo o delegado Glauber Ferreira, os demais participantes da festa, entre eles funcionários da Secretaria da Saúde, tiveram seus dados colhidos e também serão registrados TCOs contra eles. O caso vai ser investigado pela Delegacia Regional de Icó.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de G1.
Foto destacada: Reprodução.

Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.