Cerca de 1,3 milhão de pessoas na Holanda têm mais de 75 anos – e uma grande rede de supermercados está cuidando para que eles não se sintam solitários na velhice.

O governo holandês com sua campanha, ‘One Against Loneliness’, galvanizou organizações, cidades, empresas e indivíduos para encontrar soluções. A rede de supermercados Jumbo está fazendo sua parte com seus caixas inovadores e tagarelas. O projeto consiste na instalação de um caixa de pagamentos especial, onde, além de pagar as suas compras, os clientes podem conversar um pouco com o funcionário do estabelecimento.

A ideia do ‘Kletskassa’, que se traduz em ‘pagamento por bate-papo’, surgiu há mais de dois anos – e no verão de 2019 o primeiro Kletskassa foi inaugurado em Vlijmen, no Brabante.

Isso resultou em muitas reações positivas dos clientes – e agora a Jumbo está expandindo ainda mais a iniciativa: no próximo ano, haverá caixas de bate-papo em 200 lojas em todo o país, onde as pessoas poderão consumir os porodutos da loja e ainda ter um bom “dedo de prosa”. Ao escolher as lojas, áreas onde a solidão é um fator importante são cuidadosamente consideradas.

Colette Cloosterman-van Eerd, CCO da rede Jumbo e a força motriz por trás da Coalizão Nacional contra a Solidão, está intimamente envolvida na iniciativa. Ela diz : “Muitas pessoas, especialmente os idosos, às vezes se sentem solitários. Como empresa familiar e rede de supermercados, estamos no centro da sociedade.”

“Nossas lojas são um importante ponto de encontro para muitas pessoas e queremos desempenhar um papel na identificação e redução da solidão. Fazemos isso de várias maneiras, incluindo nossos Kletskassas. Estamos orgulhosos de que muitos de nossos funcionários gostam de sentar-se atrás de um caixa de bate-papo. Eles apóiam a iniciativa e querem ajudar as pessoas por um interesse genuíno.”

“É um pequeno gesto, mas muito valioso, especialmente em um mundo que está se digitalizando e ficando cada vez mais rápido.”

Abordagem local para a solidão

Além dos Kletskassas, o Jumbo tem várias outras iniciativas para estabelecer o contato entre as pessoas.

Cloosterman-van Eerd explicou que, “No Jumbo, queremos ser mais do que apenas um lugar onde você faz suas compras. Por exemplo, ajudamos nossas lojas por meio de um manual para sinalizar a solidão dos clientes e para estabelecer iniciativas locais… Várias lojas também têm um cantinho de bate-papo onde os clientes podem pegar um bom café e conversar com os vizinhos”.

O Ministério da Saúde, Bem-Estar e Esporte apoiou o estabelecimento de coalizões locais contra a solidão em cada um dos 355 municípios do país para a organização de programas como visitas domiciliares, linhas telefônicas diretas e criação de mapas de atividades para idosos nas proximidades.

O movimento nacional holandês para apoiar pessoas idosos pode servir de inspiração a muitos outros países ao redor do mundo. A solidão, afinal, é um problema universal.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de GNN.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.